Dostoievski

Então morra!

Croniketa da Burakera #22, por Ruben G Nunes “Somente o homem pode amaldiçoar” – é o que diz Dostoievski em “Memórias do Subsolo” de 1864. Romance perigoso. É preciso coragem

LEIA MAIS
solidão

Solidão do copo vazio

Croniketa da Burakera #21, por Ruben G Nunes Habitamos a solidão. Que gruda-enrosca a qualquer momento. Nas esquinas, bares, favelas, praias, estradas, sertões, shopinngs, motéis, sungas e calcinhas. Cenários cotidianos

LEIA MAIS

PERFIS LITERÁRIOS: Wescley J. Gama

Natural de São Vicente (RN), Wescley J. Gama reside há muitos anos na cidade de Currais Novos. Escritor e poeta, faz parte da geração que traz nos versos uma tradição literária seridoense que vem desde Zila Mamede e José Bezerra Gomes, passando por Luís Carlos Guimarães, Nei Leandro de Castro, Moacy Cirne, Nivaldete Ferreira, Humberto […]

Leia mais

Veja os indicados ao Prêmio Dosinho com os melhores do Carnaval de Natal

Resultado da pesquisa com diversos profissionais entre músicos, produtores culturais, fotógrafos, jornalistas, artistas, coordenadores de polos e palcos, maestros de orquestras de frevo e foliões que se destacaram nos quatro cantos do carnaval da cidade, ao todo 41 pessoas participaram com suas indicações para as 10 categorias da edição de 2018 do Prêmio Dosinho, que […]

Leia mais

O monstro da grana preta

Meu caro leitor, mude o horizonte da sua vida: invente um monstro. Outros já fizeram isso e da noite para o dia conquistaram fama e fortuna. Um monstro é uma escandalosa cordilheira de dinheiro. O diretor do filme “A Forma da Água”, o mexicano Guilhermo Del Toro logrou a maior boiada criando um monstro que […]

Leia mais