Dostoievski

Então morra!

Croniketa da Burakera #22, por Ruben G Nunes “Somente o homem pode amaldiçoar” – é o que diz Dostoievski em “Memórias do Subsolo” de 1864. Romance perigoso. É preciso coragem

LEIA MAIS
solidão

Solidão do copo vazio

Croniketa da Burakera #21, por Ruben G Nunes Habitamos a solidão. Que gruda-enrosca a qualquer momento. Nas esquinas, bares, favelas, praias, estradas, sertões, shopinngs, motéis, sungas e calcinhas. Cenários cotidianos

LEIA MAIS

Apresentação da Orquestra da UFRN ao Papa emociona público no Vaticano

O argentino Papa Francisco provou da música brasileira nesta última quarta-feira (12). O concerto histórico da Orquestra Sinfônica da UFRN, realizado no Vaticano para o Santo Pontífice, foi considerado pelo embaixador do Brasil em Roma, Antônio de Aguiar Patriota, como “a melhor performance artística” em sua gestão, iniciada em 2016. A Orquestra comandada pelo maestro […]

Leia mais

Show ‘Esperança’ reúne artistas para cantar Franklin Mário nesta sexta na Cidade Alta

Com o show ESPERANÇA! – Canções de Franklin Mário (e outras), Esso e Samir Almeida, ao lado de Amélia Freire, dão voz ao repertório do compositor e amigo, autor de canções gravadas pelos dois. Outras interpretações para diferentes artistas também estão previstas. A apresentação acontece no palco do tradicional Bar do Coelho (Cidade Alta), em […]

Leia mais

Então morra!

Croniketa da Burakera #22, por Ruben G Nunes “Somente o homem pode amaldiçoar” – é o que diz Dostoievski em “Memórias do Subsolo” de 1864. Romance perigoso. É preciso coragem pra se ler. Dostô-velho-de-guerra faz striptease da alma humana. O leitor fica nu diante do espelho de si mesmo. Desvenda o subsolo psicomoral de cada […]

Leia mais