Caio Padilha lança seu novo CD “Overland – Violas & Veredas” neste sábado

caio padilha - by brunno martins

PIX: 007.486.114-04

Colabore com o jornalismo independente

Neste sábado (21) Caio Padilha apresenta seu novo trabalho musical no Território de Educação, Cultura e Economia Solidária (TECEsol). O show Violas & Veredas, acontece através do Fundo de Incentivo à Cultura (FIC), da Prefeitura Municipal de Natal. Celebrando o seu novo CD, Caio Padilha conta com o acompanhamento de Humberto Luiz Trio, e com as participações especiais de Silvia Sol e Almir Padilha. A entrada é gratuita, e os ingressos serão distribuídos 1h antes do evento.

Caio Padilha, ao lado de nomes da nova geração, é filho de um movimento de afirmação da música potiguar para o mundo. Almir Padilha, pai do jovem músico, tem em sua carreira o carimbo diaspórico que define a MPB dos anos 70 e 80. Décadas manchadas pela ditadura militar em que legiões de músicos e compositores nordestinos migraram para o sul e sudeste do Brasil em busca de oportunidades de trabalho na indústria fonográfica. Terezinha de Jesus, Mirabô, Babau, Tico da Costa, Pedro Mendes, Mingo Araújo, e muitos outros potiguares fazem parte dessa saga retirante que, em maior ou menor grau, perdura em outras épocas e, inclusive, encontra ecos na contemporaneidade com Juliana Linhares, Khrystal, Letto, Juão Nin e Plutão Já Foi Planeta.

Dos 20 anos de retiro carioca vividos pelo grande compositor norte-riograndense Almir Padilha, nasceu seu filho, Caio Padilha, retirante que faz o caminho de volta ao migrar do Rio para o Rio Grande do Norte onde se encontra radicado desde os oito anos de idade.

Mais uma vez se encontra, mesmo que inversamente no artista filho, o elemento migratório que deixa marcas profundas na poética de seu novo disco intitulado “OVERLAND: Violas e Veredas”, que na quarta faixa, por exemplo, nos apresenta uma recitação da grande atriz Tony Silva.

OVERLAND: VIOLAS & VEREDAS

Overland é sobre o chão que – ao pé da letra inglesa – nos remete às violas e veredas do rabequeiro potiguar Caio Padilha. Trata-se da segunda etapa de uma obra planejada para se tornar uma trilogia nordestina até 2022.

Quem gostou do trabalho inaugural “ARRIVALS: Rabecas e Arribaçãs” vai encontrar neste novo álbum um diálogo musical intrínseco, repleto de citações poéticas recíprocas que preparam caminho para “REVIVALS: Acordeões e Candeeiros”, que deverá ser o último disco da série.

Cada um dos CD’s homenageia, em seus subtítulos, uma das entidades melódicas e harmônicas que formam a “santíssima trindade” da música nordestina: a Rabeca, a Viola Caipira, e o Acordeon. Cada um desses instrumentos empresta seu timbre aos arranjos repletos da paisagem sonora do sertão aboiado e pioneiramente registrado pelas missões culturais de Mário de Andrade na década de 30.

Em “OVERLAND: Violas e Veredas”, Caio Padilha incorpora as incursões etnográficas de Mário de Andrade pelo sertão do século passado para encontrar nos registros gravados um rico substrato que fertiliza a criatividade dos arranjos e convida o ouvinte para uma viagem pelas sonoridades que construíram parte de nossa brasilidade.

No repertório de Violas e Veredas, Caio volta a homenagear a grande obra de Almir Padilha no Rio Grande do Norte. E também apresenta mais uma vez parceria com o cearense Riccelly Guimarães – uma canção que trata dos Curadores de Rastros no sertão. Caio repete parceria de sucesso do primeiro álbum com Artemilson Lima que, dessa vez, abre o disco com a faixa Acalanto Dormente. E finalmente o rabequeiro potiguar anuncia nova parceria com dramaturgo carioca Filipe Miguez que escreveu espetáculo “Meu Seridó”, com o qual o Caio Padilha tem circulado por todo o Brasil e que na ocasião da direção musical, compôs Desfazenda, que se tornou a nona canção de um total de dez faixas gravadas nesse novo disco.

FICHA TÉCNICA DO ÁLBUM

Textos, Direção Musical e ArranjoS: Caio Padilha
Recitação dos Textos feitas: Tony Silva
Gravação, Mixagem e Masterização: HStudio em Natal-RN (2018), sob direção de Humberto Luiz.
Ilustrações e Projeto Gráfico: Allan Marlon
Fotos: Luana Tayse
Airton Guimarães: Contrabaixo Acústico
Caio Padilha: Voz, Violões, Rabecas e Viola Caipira
Humberto Luiz: Piano
Sami Tarik: Percussão
Bruno Cirino: Sanfona
Hugo Shin: Oboé
Participações especiais: Silvia Sol, Tony Silva, Bruno César, Carlos Zens e Grupo Vocal Octo Voci.

SERVIÇO

Lançamento Oficial do novo álbum de Caio Padilha
Sábado, 21 de setembro, às 19h30
Local: TECEsol
Rua Governador Valadares S/N, Neópolis (Conj. Potengi) – Natal/RN
ENTRADA GRATUITA
Ingressos distribuídos 1h antes do show


FOTO: Brunno Martins
Redação

Redação

Obrigado pela visita!

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *