POETA DA SEMANA: Iaperi Araújo


Iaperi Araújo é médico, artista plástico e pintor. Participou do movimento de renovação das artes plásticas do RN a partir da década de 60 integrando o grupo dos Novissimos com Carlos José, Dailor Varela, Marcos Silva, Walter Varela, Marcos Sá e Olavo Medeiros, sucedendo a Dorian e Newton Navarro do final da década de 40 e Leopoldo Nelson, Thomé Filgueira, Iaponi e Tulio Fernandes do final da década de 50.

Pintor naif realizou mais de 30 exposições individuais e cerca de 400 exposições coletivas a partir de 1963 na Galeria de Artes da Prefeitura na praça André de Albuquerque. Foi premiado em Salões do Estado e nacionais, sendo inclusive destaque da Bienal Naif de Piracicaba em 1994 no módulo “Mestres do Brasil”.

Já publicou 76 livros entre poesias, romances, ensaios sobre medicina popular e folclore, além de livros sobre a Medicina. Na poesia publicou quatro livros premiados nos concursos Othoniel Menezes da Prefeitura de Natal e Jorge Fernandes da UFRN. Os poemas a seguir foram selecionados desses quatro livros.

Iaperi Araújo é nosso POETA DA SEMANA.

—————

Há nas árvores o mesmo pranto
Do gesto maior contido
Na colheita, amargo oficio,
Ou na vida mal vivida
Que se faz prenhe de dores,
Quase a mesma monotonia
Dos tons exatos das cores.”

—————

Meia avô paterno buscava no mato
(o morto vestido, não usava sapato)
A morte emboscada numa cruz da estrada.
As tantas raízes do homem na terra
(meu avô paterno queria outras serras)
Sumiram na morte de homens sem sorte.

—————

Marinete, não sei o que, simplesmente Marinete
Vivia no seu castelo, sem torre, sem minarete
Fazendo a vida que nunca
Desejou um ser vivente.
Mulher-dama cobiçada por todo campo maior
Sempre foi rainha e dama de todo e qualquer senhor
Desde que tivessem posses prá bancar o seu amor.

—————

A nobreza assinalada em muitos mimos e adules
Não estava preparada prás intrigas, pros bajules
No jogo troca favores jogado pelos senhores
Na mesa dos muitos pules.
A nobreza Cunhau não estava preparada
Pro assédio, prás babadas
Prá politica das mentiras como última cartada.

sergiovilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

CONFIRA TAMBÉM

COMENTE

Publicidade

Publicidade

FACEBOOK

Instagram

Presente do dia. Convite para assistir o espetáculo Inkubus, idealizado e encenado por @carvalhoalice e dirigido por Junior Dalberto. Será nesta sexta e sábado no TCP Chico Daniel, às 20h. "Inkubus" é a representação do demônio da mitologia grega que drena as energias sexuais de mulheres fragilizadas. A peça trata de abusos contra a mulher e o poder de redenção pela arte.  Vamos lá! #teatropotiguar #artescenicas #culturarn #abusosexual
E neste domingo (3) tem mais uma apresentação de 'Sancho Pança - o fiel escudeiro', na sede do @tropatrupe (por trás do América, em Tirol), às 18h. Fui ontem. Uma história recontada de forma moderna e engraçada. Rodrigo Brugemann já é e está sensacional. Última apresentação do espetáculo antes da Trupe viajar Brasil afora para participação em três festivais.
Sabem quem é esse rapaz bonito retratado na tela? Nosso sebista e editor Abimael Silva, a partir de uma foto publicada em jornal datado de 1989. Vou pedir ao artista plástico Fabio Eduardo pra me pintar também ver se saio bonito uma vez. A arte não imita a vida.
@aniziammarques durante gravação do teaser de seu espetáculo solo 'A quarta Parede', no Espaço A3. O novo trabalho de Anizia foi apresentado no recente Encontro de Dança e tem agenda confirmada para encenações na Áustria.
Homenagem ao Casarão de Poesia agorinha no @Bardallos, pelo Insurgências Poéticas. Nossa @creativecamiseta presente. Rolou até uma garoa para um clima mais aconchegante. Daqui a pouco a poética currais-novense de Iara Carvalho e Wescley Gama. Salve os 10 anos do Casarão! #poesiapotiguar
Clube do Samba Potiguar rolando no Mercado de Petrópolis. Projeto massa capitaneado por Andiara Freitas. Resgate da fina flor dos sambistas potiguares e incentivo à música autoral. #sambapotiguar #musicapotiguar

Receba nossas melhores notícias por e-mail