jeovania p.

Jeovânia P. lança dois livros durante o Mulherio das Letras em Natal

Sérgio Vilar25 de outubro de 2019Agenda, Image

A escritora e poeta Jeovânia Pinheiro lançará dois livros durante a programação da terceira edição nacional do Mulherio das Letras, que acontecerá na Cidade da Criança, em Natal, nos dias 1, 2 e 3 de novembro. A programação gratuita e completa do evento você encontra AQUI.

No dia 2 (sábado) será a vez do lançamento de ‘O LIVRO das Marias’, às 14h40. A obra é uma coletânea de poesias e contos de mulheres de várias partes do país e também da África e da Austrália, falando sobre o ser mulher na sociedade hoje e com dois poemas de Jeovânia. Sendo uma obra toda feita e idealizada por mulheres: organização de Jeovânia P., capa da artista plástica natalense Rosa Maria da Costa, revisão e capa de Wingrid Dunes/PB, diagramação de Márcia Todeschini e prefácio de Jeanne Araújo/RN.

E neste prefácio de palavras fortes, Jeanne Araújo escreve: “A poesia e a prosa presentes no livro das Marias nos faz sair da nossa zona de conforto e nos leva a refletir sobre essa luta diária de todas nós. Porque ser mulher é lidar o tempo todo com uma tênue linha que separa viver e sobreviver. É viver constantemente com medo. É andar às pressas à noite e respirar aliviada quando giramos a maçaneta e trancamos a porta de casa.”

E ameniza: “Mas o Livro das Marias também nos fala das lutas, da livre escolha e do poder da mulher sobre seu próprio corpo e espaço social, pela igualdade de gênero e pelo direito de ter seu espaço sem ser invadido.”

Leia também: Existe literatura feminina? Que tal discutir a mulher na literatura?

Quem abriu a boca de pedra

Já dia 3, no domingo e último dia do Mulherio das Letras em Natal, de 11h às 12h, no auditório I é a vez do lançamento da Coleção Mulherio. Trata-se de 20 livros de bolso individuais, sem temática específica e organizada pela mineira Karine Bassi. E nesta coleção, Jeovania P. lança seu primeiro livro de contos, intitulado ‘Quem abriu a boca da pedra’.

Sobre o autor

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *