diulinda garcia

Diulinda Garcia lança livro de contos do feminismo ao cinema

Sérgio Vilar28 de outubro de 2019Agenda, Image

A poeta Diulinda Garcia estreia no universo dos contos após seis livros de poesia publicados. A noite de lançamento da obra ‘Sob a luz das lamparinas’ acontece nesta quarta-feira (30) na Galeria Fernando Chiriboga (3º piso do Midway), das 18h às 21h. Este novo rebento literário sai pela Trairy, selo editorial da Editora CJA.

Na orelha do livro, a pesquisadora e crítica literária Andreia Braz classificou o livro como uma “obra madura, marcada pelo caráter poético de sua escrita e, sobretudo, por sua forma peculiar de enxergar o mundo (…) Com narrativas curtas e sedutoras”.

Andreia também insere a autora “no panteão das ficcionistas potiguares” ao lado de outras escritoras contemporâneas, como Ana Cláudia Trigueiro, Jeanne Araújo e Tereza Custódio.

Os temas dos contos são diversos: feminismo, literatura, cinema, música e outros. “Com viés psicológico e lirismo exacerbado, os minicontos deste livro demonstram que Diulinda Garcia é, definitivamente, uma mulher do seu tempo”, conclui Andreia Braz.

DIULINDA GARCIA:

Diulinda Garcia nasceu em São João do Sabugi, foi naturalizada em Gov. Dix-sept Rosado e mora em Natal. Graduada em Letras e especialista em Literatura pela UFRN.

Publicou vários livros. Este é o sétimo e o primeiro em prosa. Em todos eles, reflete-se o seu estilo sucinto de costurar sua escrita entre a realidade e fantasia, o passado e o presente de seu tempo. Atualmente estuda a introspectiva obra de Clarice Lispector.

Faz da literatura sua aliada para expressar suas inquietudes e se fazer entender. Por isso escreve poesias, contos, na bem-aventurança de fazer com sentimento e poucas certezas a sua inventiva construção literária.

SERVIÇO

Livro: Sob a luz das lamparinas
Editora: Trairy – selo editorial da Editora CJA
Local: Galeria Fernando Chiriboga – 3º Piso – Midway Mall
Horário: das 18 às 21h
Valor do livro: R$ 35

Sobre o autor

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *