abrazo-fotos_pablo_pinheiro

Clowns de Shakespeare se apresenta hoje no Recife após “censura”

Redação14 de setembro de 2019Notícias, , , Image

Após apresentação do espetáculo Abrazo cancelada sem explicações pela Caixa Econômica Federal semana passada, na Caixa Cultural, em Recife, a companhia Clowns de Shakespeare ganhou espaço para encenar a mesma peça no Teatro Apolo, neste sábado (14), às 17h.

Antes da apresentação, às 15h, haverá concentração para ato de protesto contra a “censura” na praça do Arsenal, que seguirá para a Caixa Cultural. Todos de branco.

O mais antigo teatro e equipamento cultural da cidade, fincado no Recife Antigo, o Teatro Apolo é gerido pela Prefeitura, que cedeu a pauta ao grupo para a apresentação. Os ingressos serão distribuídos gratuitamente na bilheteria do Apolo, a partir das 14h deste sábado.

Abrazo

“Abrazo” é um espetáculo sem falas, que transporta para o universo infantil temas urgentes como ditadura, guerra e toda forma de cerceamento de liberdades. Inspirado na obra “O Livro dos Abraços”, de Eduardo Galeano, com roteiro dramatúrgico de César Ferrario, o espetáculo conta a história de um menino, que vive num país onde, entre outras proibições arbitrárias, a fala e qualquer demonstração de afeto estão vetadas a toda gente do lugar.

No elenco, os atores Camille Carvalho, Dudu Galvão e Paula Queiroz se revezam entre os vários personagens da fábula: um rapaz, uma florista, um soldado, um índio, uma avó, um general e um menino, o único capaz de encontrar brechas de humanidade entre tantos imperativos vigentes.

Censura (?)

O Clowns de Shakespeare ingressou com ação na Justiça pedindo explicações para o ocorrido. E a Justiça Federal de Pernambuco já convocou a Caixa Econômica para dar a sua versão sobre o cancelamento.

A instituição tem cinco dias para enviar suas alegações. A determinação foi expedida no último dia 12 e passa a contar a partir do recebimento da intimação pela Caixa.

O Clowns havia se apresentado uma primeira vez, no último sábado (7), seguido de debate. Quando se preparavam para a segunda sessão do dia, momentos antes de entrarem no palco, foram surpreendidos com a decisão de suspensão do espetáculo.


FOTO: Pablo Pinheiro

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *