leia la que eu leio de ca

“Leia de lá que eu leio de cá”: projeto incentiva leitura entre alunos

Em tempo de pandemia, quando as aulas passaram a ser remotas, fez-se necessário reinventar-se com ações e projetos virtuais dinâmicos com objetivo de incentivar a leitura literária, a formação do leitor crítico e consequentemente que as famílias estivessem presentes neste processo.

Nesta troca entre família e escola, alunos e professores, a comunidade escolar do município potiguar de Lagoa Nova e outras escolas do Estado e do Brasil aprendem por meio das tecnologias a construírem saberes e desenvolverem habilidades socioemocionais, na perspectiva de aproximar leitores e escritores, mediadores de projetos de leitura com um único objetivo: Formar leitores críticos e apaixonados pelo livro.

Pessoas e livros

Nessa perspectiva, a Prefeitura Municipal de Lagoa Nova, através da sua Secretaria de Educação (Projeto Ciranda Literária), se une à Escola Municipal Edmo Pinheiro, da cidade de Parnamirim, ramificação do Projeto Rio de Leitura, e iniciam o projeto de intercâmbio literário  “Leitura Virtual: Leia de lá que eu leio de cá”, com objetivo de que os alunos possam ler virtualmente a obra de Monteiro Lobato e outras obras posteriormente, e aprenderem juntos a cidadania, com o lema do próprio escritor: “Um país se faz com homens e livros.”.

Como disse o autor, que desejava escrever livros onde as crianças pudessem morar, os dois projetos de formação de leitores se unem para realizar ações  e trocas de experiências como saraus virtuais, recitais no rádio, recontos da obra, leitura dos livros do sítio do picapau amarelo, lives, leituras em famílias e etc…

Poesia em lives

Em Lagoa Nova o projeto será desenvolvido pela salas de leitura e bibliotecas escolares e é coordenado pela poeta Paula Belmino, que também escreveu uma série de poemas inspirados na obra do homenageado. Além de leitura acontecerá uma live com apresentação dos alunos dos municípios envolvidos no projeto.

Já em Parnamirim a mediação fica a cargo de Francisca de Assis e Ana Raquel. Em São José de Mipibu as mediadoras são Ladiara Urbano e Miriam Batista.

Vídeos de leituras e poesias dos alunos e mediadoras:

https://www.youtube.com/watch?v=Lfb6UzvEP0k&t=12s

https://www.youtube.com/watch?v=arwUzt6WmiY&t=282s

https://www.youtube.com/watch?v=CdQYpn3vtJ8&t=15s

https://www.youtube.com/watch?v=bgMPEmHX7P0&t=7s

https://www.youtube.com/watch?v=zmvAnpeV6x8

https://www.youtube.com/watch?v=A3474qe2ICo&t=14s

https://www.youtube.com/watch?v=RtVY7ECCrUk&t=12s

https://www.youtube.com/watch?v=xSW2FrYPFhs&t=7s

 

COMMENTS

Francisca de Assis dos Santos Vieira

Segundo José Acaci: Quem lê viaja no tempo, mergulha fundo nos mares, conhece novos países, novos sistemas solares, e, mesmo estando sozinho, sem sair do seu cantinho, conhece muitos lugares…
Parabéns Paula Belmino em compartilhar poesia e abraçar intrelaços Literários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *