maria_valeria_rezende

Das mais importantes escritoras brasileiras da atualidade lança livro em Natal nesta sexta

Sérgio Vilar29 de outubro de 2019Agenda, Image

Uma das mais importantes escritoras brasileiras, ganhadora do maior prêmio de literatura nacional, em várias categorias, estará em Natal neste dia 1º de novembro, às 20h, no lançamento do livro “Haicais – Maria Valéria Rezende”. O evento também marca a apresentação do Projeto LevePalavras, uma promoção do Moenda Arte e Cultura e Imagem – Editora e Encadernação Artesanal, e acontece na Una Casa, Rua Cabo de Bacopari, 2113, bairro de Ponta Negra.

Autora premiada

Maria Valéria Rezende é freira e feminista convicta. É também uma das fundadoras do Mulherio das Letras, cuja terceira edição nacional acontece esta semana em Natal. Na década de 1960 começou a trabalhar com educação popular em diferentes regiões do país e em todos os continentes. Na década de 1970 passou a morar em Pernambuco e hoje vive em João Pessoa, na Paraíba. Estreou na literatura em 2001, com o livro Vasto Mundo. Ganhou o Prêmio Jabuti de 2009 na categoria literatura infantil com No risco do caracol, em 2013, categoria juvenil, com Ouro dentro da cabeça e em 2015 nas categorias romance e Livro do Ano de Ficção, com Quarenta dias. Em janeiro de 2017, recebeu o Prêmio Casa de las Américas pelo livro Outros Cantos, e, pelo mesmo romance, ganhou o Prêmio São Paulo de Literatura e o terceiro lugar no Prêmio Jabuti em novembro de 2017.

A obra a ser lançada em Natal reúne haicais, que são poemas de origem japonesa que possuem uma estrutura específica (três versos formados por 17 sílabas poéticas), créditos e algumas reedições, porém, apresentados através do manual de encadernação.

“Eu incentivei o projeto das meninas e não tinha como recusar a participação em algo pensado com tanto carinho e cuidado. Uma costura, uma ilustração da capa, o tipo de papel, os haicais… tudo fica harmonicamente resultando em algo tão especial para todos nós”, disse Maria Valéria Rezende, que no mesmo final de semana está participando do Terceiro Encontro Nacional Mulherio das Letras, também em Natal.

“Uma proposta é enviada como diversas vertentes da literatura de uma forma única e ainda mais singular. Um manual de encadernação é uma arte milenar, fazer um livro uma peça única, enaltecer ainda mais o que foi impresso”, destacou Dani Rabelo, uma mulher por trás da Imagística, um ateliê que tem como proposta uma arte de encadernação com capas repletas de significados.

Ilustração

Para o livro “Haicais – Maria Valéria Rezende”, foi escolhida uma ilustração da artista paraibana Ana Elizabeth. O desenho monocromático traz, através de traços delicados, uma mulher com pensamentos livres, como são os haicais de Maria Valéria.

“Até agora não consigo exibir minha alegria em fazer parte da primeira obra do Projeto LevePalavras, e ainda mais poder ter minha ilustração na capa de um livro de uma mulher que admiro tanto. Maria Valéria Rezende possui uma história que muito nos ensina, e suas obras refletem isso”, disse Ana Elizabeth.

Toda a curadoria do projeto, lançamento dos livros, captura por conta do Moenda Arte e Cultura, e diagramação e encadernação sob responsabilidade da Imagística – Encadernação Artesanal.


FOTO: Adriano Franco

Sobre o autor

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *