musicografia braile

Alunos da EMUFRN se destacam em evento de Musicografia Braile em Portugal

Sérgio Vilar8 de agosto de 2019Música, , , Image

Dois alunos da Escola de Música da UFRN foram destaques em evento internacional de Musicografia Braille na Universidade Lusófona (Lisboa/Portugal). Os alunos Gessé José de Araújo e José Silva de Souza iniciaram seus estudos musicais no Projeto Esperança Viva. Tendo sido musicalizados através da flauta doce, aprenderam musicografia Braille e passaram a participar de diversos grupos de música inclusiva da EMUFRN: Grupo Esperança Viva, Coral Vivendo o Canto, Banda Braille, Orquestra Inclusiva de Violões.

Gessé é licenciado em música e atualmente cursa o último ano do Curso Técnico de Violão. José é aluno do curso de licenciatura em Música. Professor dos dois, o violonista Eugênio Lima incentivou a criação de mais um grupo artístico: o Duo José e Gessé José. Ambos adquiriram conhecimento e técnica musical ao ponto de serem convidados a participar, como artistas (apresentação musical), do evento “Musicografia Braille e Equidade na CPLP”. Nesse evento, o duo de violões se apresentou tanto na abertura como no encerramento.

São palavras do professor Augusto Deodato Guerreiro, em e-mail de agradecimento e reconhecimento:

“Para que a História registre e os Tempos não esqueçam, foi com enorme gratidão e honra que recebemos na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT), em Lisboa/Portugal, a distinta e fecunda participação, ao nível artístico e científico, Professores e musicólogos, exímios violonistas, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no âmbito da sua Escola de Música, que em muito ilustraram e enriqueceram o nosso XI Seminário Nacional (II Internacional), subordinado ao tema ‘Musicografia Braille e Equidade na CPLP’, organizado pelo Mestrado de Comunicação Alternativa e Tecnologias de Apoio e Centro de Investigação em Comunicação Aplicada, Cultura e Novas Tecnologias da Escola de Comunicação, Arquitetura, Artes e Tecnologias da Informação da ULHT e realizado no Auditório Agostinho da Silva desta universidade nos dias 28 e 29 de junho de 2019.”

“A inclusão em equidade esteve neste Evento Internacional, porque foi realizado por pessoas e instituições, e também por pessoas que por aqui passaram, que têm essa equidade no coração e na lógica altruísta da razão, no sentimento ético, deontológico, moral e cívico, sendo naturalmente olhada essa equidade, sentida e vivida, enriquecida pela diversidade e, assim, na sua promoção, se valorizando a própria diversidade, humanizando a vida no prazer solidário de existir e no fomentar o bem-estar em geral, incendiando com dinamismo o mundo da sensatez preventiva e interventiva na justiça social, na paz, na partilha e na alegria biopsicossocial e mental de todos, sem rótulos marginalizantes nem marginais perversos. OBRIGADO, gente linda e profícua da EMUFRN, por (de mãos dadas conosco) nos ajudarem a engrandecer esta tão digna dimensão da inclusão em equidade.”

Sobre o autor

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *