Abertas inscrições para oficina sobre regras de negócio e cadeira produtiva do audiovisual

Redação19 de julho de 2019Audiovisual, , Image

A oficina Economia e Mercado do Cinema e do Audiovisual será ministrada por Marcelo Ikeda, no período de 26 a 30 de agosto, das 18 às 21h30, no IFRN Cidade Alta, durante o Encontro do Audiovisual Potiguar. O objetivo da capacitação é apresentar aos alunos os funcionamentos e as regras de negócio do mercado audiovisual brasileiro, em termos de sua cadeia produtiva e seus diversos segmentos de mercado.

“É um curso sobre as regras de negócio do mercado audiovisual e de como funciona a cadeia produtiva do setor”, afirmou Marcelo Ikeda. Ele completa que trazer essa discussão sobre o funcionamento do audiovisual é muito importante, ainda mais no Rio Grande do Norte, onde o segmento está crescendo de forma significativa.

Durante a oficina serão trabalhados diversos temas: 1 – princípios da economia do audiovisual; 2 – a cadeia produtiva do audiovisual e seus segmentos de mercado; 3 – a importância da etapa de desenvolvimento de projetos; 4 – mercado internacional e coprodução internacional; 5 – distribuição cinematográfica; 6 – repartição de receitas entre exibidores, distribuidores e produtores; 7 – custos de comercialização (P&A); 8 – o mercado de TV por assinatura e as cotas nacionais da Lei 12.485/11; 9 – produção independente para televisão; 10 – noções de pitching; 11 – mercados, feiras e rodadas de negócio; 12 – desafios da regulamentação do VOD; 13 – principais agentes, dados e estatísticas sobre o mercado audiovisual brasileiro.

“Fico muito feliz por estar presente no evento e acompanhar esse amadurecimento do audiovisual potiguar. Há um conjunto de filmes sendo selecionados para festivais e uma trajetória de mobilização da classe audiovisual, dsr produtores, realizadores e técnicos locais. E encontros como esse são importantes para dar reverberação ao movimento”, completou Ikeda.

Marcelo Ikeda

Marcelo Ikeda, é professor do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Ceará (UFC). Trabalhou na Ancine entre 2002 e 2010 como Assessor da Diretoria e Coordenador das Superintendências de Desenvolvimento Financeiro e de Acompanhamento de Mercado. Autor dos livros “Lei da Ancine Comentada”, “Leis de incentivo para o Audiovisul” e “Cinema brasileiro a partir da retomada: aspectos econômicos e políticos”, entre outros. É também cineasta, crítico de cinema e curador.

A oficina possui 50 vagas que serão preenchidas de acordo com a ordem cronológica de pagamento por meio de depósito no Banco do Brasil para Conta Corrente nº 313.730-9, Agência 5769-x, em nome de Manoel M A Batista. O comprovante de pagamento, no valor de R$ 50,00 deverá ser enviado junto com o nome completo do participante por meio de whatsapp para o número (84) 9.9118-6290; ou para o e-mail mmabatista@yahoo.com.br.

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *