Dia da Mulher marca início do projeto para resgatar história de Nísia Floresta

Redação8 de março de 2019Literatura, Image

No Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta sexta-feira (8), marca o início oficial do projeto Morada da Memória Nísia Floresta. O cemitério e crematório Morada da Paz financiará a iniciativa “Nísia Floresta: um mulher à frente do seu tempo”, que entre suas atividades contempla a biografia de Nísia Floresta, a ser escrita por Constância Lima Duarte, pós-doutora pelas universidades federais de Santa Catarina e do Rio de Janeiro (UFRJ).

A proposta do projeto Morada da Memória é perpetuar o legado de quem faz a história e a cultura potiguar, resgatando e valorizando figuras que se destacaram no Rio Grande do Norte. Entre as personalidades já homenageadas, estão o jornalista Aluízio Alves e a escritora Auta de Souza.

Produzido por Mariana Hardi, “Nísia Floresta: uma mulher à frente do seu tempo” é uma iniciativa da professora Constância, apoiado pelo Morada da Paz e pela Prefeitura do Natal. Nísia é conhecida como a primeira educadora feminista do Brasil. O projeto está em desenvolvimento e o lançamento do livro será realizado ainda este ano.

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *