Fundase/RN credencia profissionais de Artes para oficinas

PIX: 007.486.114-04

Colabore com o jornalismo independente

A Fundação de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Norte – Fundase/RN lançou edital de credenciamento de arte educadores para a realização de oficinas nas 10 unidades da instituição, em Natal, Parnamirim, Caicó e Mossoró.

Os profissionais vão integrar o projeto Arte e Cidadania, que contempla as áreas de artes cênicas: teatro; música (violão e percussão; artes visuais (pintura em tela e escultura em argila) dança: hip hop; arte urbana: grafite; artesanato: papéis reciclados; diversidade cultural: capoeira – música afro-brasileira.

As inscrições ficam abertas até 31 de janeiro por meio do link: forms.gle/gUGwwmeSQuWftjKt9. No momento da contratação, a Fundase definirá local e horários em que as atividades propostas serão realizadas. O valor da hora-aula a ser paga é de R$ 60.

Após o encerramento das inscrições, serão publicadas as listas das inscrições deferidas e indeferidas, com justificativa do indeferimento, assegurando direito de apresentar recurso administrativo.

A iniciativa pretende sensibilizar os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa na escolha das linguagens artísticas a que deverão se dedicar, participando ainda de rodas de conversa sobre direitos humanos, inclusão e protagonismo juvenil.

O projeto será executado de março a agosto de 2023. Serão 31 oficinas de 60 horas, sendo duas horas por semana. Estima-se que 465 adolescentes sejam atendidos.

A arte tem papel social e é fundamental na vida dos sujeitos, destaca a diretora de desenvolvimento institucional da Fundase, Sayonara Dias. “A partir das diferentes expressões artísticas, podemos refletir sobre nós mesmos, a sociedade em que vivemos, atitudes e concepções, o cotidiano. A arte forma e transforma vidas! Ė imprescindível para o desenvolvimento de crianças, adolescentes, jovens – estimula a criatividade, provoca sensações, emoções, sensibilidade”.

A coordenadora do projeto, Camille Carvalho, também ressalta o aspecto psicológico desse tipo de atividade: “Acredito que as oficinas do projeto Arte e Cidadania podem abrir um caminho para o jovem exprimir, manifestar suas sensações, aquilo que incomoda, aquilo que mexe com ele e tornar palpável o que antes estava confuso e internalizado”.

O edital completo está disponível na edição desta quarta-feira (25) do Diário Oficial do Estado e no site da Fundase (www.fundase.rn.gov.br).

Redação

Redação

Obrigado pela visita!

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *