Antoanete_Madureira

Antoanete Madureira lança CD Virou Flor no Teatro Chico Daniel nesta terça

Redação25 de novembro de 2019Agenda, Image

O lançamento do CD Virou Flor da cantora natalense Antoanete Madureira finalmente tem local e data para acontecer. Será nesta terça-feira (26), às 19h30, no Teatro de Cultura Popular Chico Daniel (TCP), anexo da Fundação José Augusto. Como não poderia deixar de ocorrer, o lançamento tem por brinde o show homônimo que a artista vem preparando há meses.

Apoiada por uma banda que conta com os músicos Jubileu Filho (guitarra), Erick Firmino (contrabaixo), Dudu Taufic (teclados), Ramon Gabriel (percussão) e Larry Mateus (bateria), Antoanete desfiará o repertório de Virou Flor e outras canções do projeto Suave Potengi, que a cantora leva a efeito em sua pesquisa do cancioneiro norte-rio-grandense. O show terá, ainda, as participações da cantora Silvia Sol e do violonista Ricardo Menezes.

Cancioneiro potiguar

Antoanete Madureira explica que o CD Virou Flor é resultado de cinco anos de pesquisa da canção potiguar e homenageia grandes compositores do Rio Grande do Norte.

“Virou Flor traz os arranjos fantásticos de Eduardo Taufic, que também assina a direção musical do show, e é executado por uma banda fabulosa”, conta a artista que obteve o primeiro lugar no 1º Festival de Música da Cidade do Natal, em novembro de 2018, com a canção “A Cidade em Movimento”, de Franklin Mario, que abre o CD a homenagear o bairro da Cidade da Esperança.

“É um disco que fala de nascimento e da criança em cada um de nós, como atestam as músicas “Imperador do Mundo”, de Franklin Mario; “O Menino em Pessoa”, de Samir Almeida, e “Virou Flor”, de Antonio Ronaldo. O registro tem um forte vínculo com a nossa cidade, que também remete à nascimento e natalício”, ilustra a cantora.

Poemúsicas

Para além das canções citadas do registro fonográfico, Antoanete apresenta, ainda, as pérolas “Suave Potengi” (Antonio Ronaldo), “Doce” (Franklin Mario), “Flor da Pele” (Antonio Ronaldo e Franklin Mario), “Levitação” (Nagério e Lupe Albano), “Caravela Portuguesa” (Roberto Homem), “Remanso Manso” (Nivaldete Ferreira), “Hocuspocus!” (Franklin Mario e Romildo Soares), “Cadafalso” (William Guedes e Franklin Mario) e “All Over” (Babal e Franklin Mario).

O cenário do show leva a assinatura do artista plástico Carlos Sérgio Borges, que também assina a capa do disco, e o registro audiovisual ficará a cargo da Casu Filmes. Virou Flor encerra a primeira etapa de pesquisa do Projeto Suave Potengi.

SERVIÇO:

O quê? Lançamento do CD Virou Flor, de Antoanete Madureira.
Onde? Teatro de Cultura Popular Chico Daniel (TCP). Rua Jundiaí, 641, Tirol. Anexo da Fundação José Augusto.
Quando? Dia 26 de novembro, às 19h30.
Quanto? R$ 15,00 (meia entrada para todos) e R$ 30,00 (ingresso + o disco).

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *