Tem show de Valéria Oliveira neste sábado por apenas R$ 1

A cantora e compositora Valéria Oliveira leva o show “Mirá” ao Parque das Dunas no sábado, 12 de maio, véspera do dia das mães, às 16h, em espaço diferenciado do Parque.

O show tem direção musical de Jubileu Filho, multi-instrumentista que acompanhará Valéria na Turnê Europa. A banda é formada por Raphael Almeida (cavaco e bandolim), Erick Firmino (baixo), Anderson Melo (bateria) e Aluízio Pizão (percussão), além de Jubileu Filho (7 cordas) e contará com tradução simultânea para Libras por Adriel Kelvin.

Entre sambas e boleros do CD “Mirá” o repertório do show inclui obras do cancioneiro brasileiro que dialogam com o conceito do novo disco como “Fuzuê” (Toninho/Romildo), “Lá vem o Brasil descendo a ladeira” (Pepeu Gomes/Moraes Moreira), “Velha Cicatriz” (Délcio Carvalho/Ivor Lancelloti), “Canto das três raças” (Mauro Duarte/Paulo César Pinheiro), entre outras. Com roteiro dinâmico, o show “Mirá” foca na aproximação de públicos diversos e na essência do novo trabalho de Valéria.

Essa nova apresentação de “Mirá” no Parque das Dunas abre a temporada da Turnê Europa, em formação similar a que Valéria apresentará no Brasil Boat, durante o Festival de Montreux (Suíça), que contará com a participação dos potiguares Diogo Guanabara e Rogério Pitomba.

A Turnê Europa que tem o intuito de difundir a música potiguar, conta com o patrocínio da Prefeitura do Natal e de empresas que vem incentivando a cultura potiguar como a Unimed Natal, o Hospital do Coração e a Aerotur, por meio do Programa Djalma Maranhão, e apoio do Vila Park Hotel . A turnê passará por Portugal, Suíça e Itália.

Sobre o disco “Mirá”

Com distribuição pela Biscoito Fino – mesma gravadora de nomes como Chico Buarque, Francis Hime, Guinga, Miúcha, entre outros – “Mirá” tem uma ficha técnica primorosa. Começando pela batuta inconfundível do maestro Rildo Hora na direção musical, que desde 2012 acompanha a cantora. O encontro dos dois aconteceu durante a elaboração do disco anterior – “Em Águas Claras” – uma homenagem à obra de Clara Nunes, com participação da Velha Guarda da Portela. A dupla contou também com o auxílio luxuoso de um terceiro nome de peso: o experiente instrumentista e arranjador potiguar, Jubileu Filho.

Em “Mirá” quase todas as canções são inéditas e em várias delas está presente a verve compositora de Valéria, que nesse novo disco aparece com mais frequência como letrista. Entre os parceiros, amigos de velhas canções como Luiz Gadelha e Simona Talma. Ivando Monte inaugura a dobradinha com a conterrânea e assina com ela “Vidas” e a tocante “Do meu jeito”. Vinicius Lins divide com Valéria “Um toque” e, a exemplo de Rico Dias, aparece no disco com um samba exclusivamente de sua autoria.

A cantora revisita ainda um velho ícone da música do Rio Grande do Norte: o forrozeiro Elino Julião, intérprete do clássico brega “Meu Cofrinho de Amor” de Elias Soares e João Martins.

O carioca Moacyr Luz ilumina com sua voz, em dueto com Valéria, a canção “Amor que eterniza” – parceria sua com Délcio Luiz. E vem também do Rio a generosa porção de brasilidade de “Rasante”, da carioquíssima Fátima Guedes.

Para fechar com chave de ouro o baú de “Mirá”, Valéria traz uma composição só sua: “Gangão” – uma canção de pescador inspirada nos versos do historiador Luis da Câmara Cascudo.

A capa é assinada pelo ilustrador e designer Elifas Andreato – ícone da geração vinil na concepção de capas.

SERVIÇO:

Valéria Oliveira – Mirá
Parque das Dunas – Folha das Artes
12 de maio, sábado, às 16h.
Show gratuito (entrada do Parque das Dunas R$ 1,00)
Tradução Simultânea para Libras
Patrocínio: Prefeitura do Natal, Lei Djalma Maranhão, Unimed Natal,
Apoio Cultural: Hospital do Coração, Aerotur e Vila Park Hotel


FOTO: Brunno Martins

About The Author: Redação

Redação

Obrigado pela visita!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *