Thiago Medeiros. Credito Diogo Ferreira

Thiago Medeiros lança ‘Ardência’ durante live neste domingo

Redação17 de junho de 2020Agenda, Image

Ardência, terceiro livro do escritor, diretor e ator Thiago Medeiros, será lançado no próximo dia 21, às 15h durante a live através do instagram do poeta @preuparardemedoer

Em “ARDÊNCIA”, Thiago Medeiros, capta como poucos, atento à respiração da cidade, o prazer e a dor do canto em que vive, retratada por ângulos surpreendentes” .

A apresentação é do poeta Luiz Renato Almeida, quem assina o prefácio do livro e diz um tanto da imensidão impressa em suas páginas. Escrito e editado no verão deste ano, antes da pandemia, “Ardência” foi possível através do financiamento coletivo e reúne poemas inéditos.

Esta será a primeira vez que não haverá lançamento físico. “Essa tem sido uma das grandes angústias. Pela primeira vez não teremos lançamento presencial. E logo eu que sempre gostei de juntar todo mundo. Mas é uma reflexão importante que estamos tendo, principalmente da equipe, para que possamos preservar a saúde e criar meios da ciranda não parar”.

O lançamento acontece na live da plataforma Instagram @preuparardemedoer, às 15h com convidados especiais.

Nas asas de pássaros

Entre as asas de pássaros, solidão, cigarros acesos, casas com reboco, silêncios, saudade, partidas, chegadas e o amor, Thiago Medeiros se (re)acende a cada segundo em suas palavras.

Como um passeio entre a redescoberta do amor e suas libertações, o autor traz a metáfora do pássaro como inspiração e força. “A imagem da metáfora dos pássaros ficou reverberando aqui dentro. E Ardência vem muito envolto disso, dessa metáfora. Os pássaros que são descendentes diretos dos dinossauros, que precisaram mudar o DNA para resistir, mudaram para uma aparência de leveza, para existir. E pode ser eu, pode ser nós”, acredita.

O livro parte dessa metáfora para falar sobre a vida. Dividido em seis capítulos, a obra se completa através dos intertítulos: Bicho Corpo, Para não esquecer, Margem, Feira, Motriz e Amor Coragem, onde cada um alcança uma metáfora diferente.

“Os poemas passeiam na descoberta do mar, quando pela primeira vez que refleti que estava apaixonado foi na praia. É um passeio pelo mar, pelo amor da mãe, pelo amor de si, e em como resistir acreditando no amor num país como esse”, lembra.

Um dos poemas do livro diz:

b u s c a
feri meus pés
enquanto dançava
não importavam as formigas
devorando o pé de acerola
os dedos e as unhas sujos de lama:
liberdade dessas só se encontra no quintal.

Sobre Thiago Medeiros:

Criador do grupo “Insurgências Poéticas”, Thiago é além de escritor, um agitador cultural, reunindo pessoas de várias linguagens em suas edições. É autor dos livros “Para eu Parar de Me Doer”, “Meio Dia” e o zine “O dom do Silêncio é o Grito”. É autor das peças “Memórias do Alecrim” e “João ou eu só queria ver os Pássaros”.

A direção de arte do livro é assinada por Rita Machado, Selo Insurgências Poéticas, Editora Offset, Capa e material de divulgação Creaty e Textos de Ada Lima, Cellina Muniz, Luiz Renato Almeida e Mattheus Rocha. As fotos são de Diogo Ferreira.

Serviço

Lançamento do livro “Ardência” do escritor Thiago Medeiros
Data: Domingo, 21 de junho, às 15h
Live no instagram @preuparardemedoer


FOTO: Diogo Ferreira

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *