Projeto prevê aquisição de livros em braile para bibliotecas de Natal

braile

PIX: 007.486.114-04

Colabore com o jornalismo independente

No Dia Nacional da Biblioteca, o Projeto de Lei nº 072/2019, que garante a aquisição de livros em braile e/ou gravados no formato áudio-livro para as bibliotecas públicas e da rede municipal de ensino foi protocolado. Segundo a proposta, pelo menos 5% dos títulos adquiridos a partir de então devem ser acessíveis aos alunos com deficiência visual.

Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida e autora do projeto, a vereadora Júlia Arruda explica que a matéria atende a legislações federais e municipais. “O próprio Plano Municipal do Livro de Natal traz como meta a aquisição de acervo em braile e equipamentos que atendam às especificidades dos alunos com deficiência”, destacou a vereadora.

Conforme o texto do projeto, entende-se por obra em formato acessível toda aquela disponibilizada em braile ou gravada no formato áudio-livro. “Queremos, dessa forma, garantir que alunos com deficiência visual tenham acesso à literatura e possam expandir seus conhecimentos. É mais um passo em busca da inclusão plena nas escolas, uma pauta que defendemos há bastante tempo”, disse Júlia.

O Projeto de Lei nº 072/19 agora seguirá para tramitação nas comissões técnicas da Câmara Municipal e, em seguida, será apreciado em plenário pelos vereadores.

Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *