Pedro Severien

Cineasta pernambucano lança em Natal coletânea com filmografia

Redação9 de setembro de 2019Audiovisual Image

Nesta quarta-feira (11/09), o realizador Pedro Severien (PE) virá a Natal para lançar a coletânea “Todas as Cores da Noite e outros filmes que andam juntos”. Além da exibição de obras que fazem parte de sua trajetória,haverá um bate-papo sobre processos criativos e reflexões sobre estética e política. O evento acontece às 15h, no Auditório 1 do Departamento de Comunicação/UFRN, com entrada gratuita.

A coletânea, que será distribuída gratuitamente em formato de DVDs duplo, permite observar a diversidade de interesses do realizador, que é também ativista ligado ao Movimento Ocupe Estelita, tendo participado da realização de mais de uma dúzia de filmes coletivos e colaborativos sobre a democratização do planejamento urbano.

Além de suas obras de engajamento social, a coletânea inclui também diversos curtas e longas-metragens de sua autoria, selecionados para dezenas de festivais nacionais e internacionais. Dentre eles o Festival de Clermont-Ferrand (França) e Festival de Brasília do Cinema Brasileiro,

CINEMA CONTEMPORÂNEO

No evento, Pedro Severien estará presente para exibir algumas de suas obras e debater com o público, conduzindo uma conversa sobre processos criativos e reflexões estéticas e políticas no campo do cinema contemporâneo no país. O bate-papo será mediado pelos professores e realizadores Carlos Segundo e Rodrigo Almeida.

O evento é uma parceria da Inquieta e Orquestra Cinema Estúdios, com produção local do Sessão Teia-Brasil, e conta com incentivo do Funcultura, através da Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco e do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

Confirme presença: AQUI

Sobre Pedro Severien

Pedro Severien é realizador audiovisual e ativista político, tendo realizado diversos curtas e longas-metragens selecionados para dezenas de festivais nacionais e internacionais.

Dentre seus trabalhos em longa-metragem, destacam-se a ficção “Todas as cores da noite” (2015) e o documentário “Onde começa um rio” (2017), realizado em coautoria, que se volta para as ocupações universitárias em defesa da educação pública.

Atualmente, ministra oficinas de roteiro e direção, e prepara-se para filmar seu terceiro longa-metragem “Fim de Semana no Paraíso Selvagem”.

Como curta-metragista, dirigiu o Carnaval inesquecível (2007), São (2009), Canção para minha irmã (2012, exibido em mais de 30 festivais, incluindo um dos mais importantes eventos de curtas-metragens do mundo, o Festival de Clermont-Ferrand, na França), Rodolfo Mesquita e as monstruosas máscaras de alegria e felicidade (2013) e Loja de répteis (2014, que recebeu três prêmios no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro).

Dentre seus trabalhos documentais e militantes que colaborou junto a outros realizadores e movimentos sociais, constam: À margem dos trilhos (2014), correalizado com Marcelo Pedroso, sobre os impactos da especulação imobiliária a partir da ocupação do Cais José Estelita; Onde começa um rio (2016), correalizado com Julia Karam, Maiara Mascarenhas e Maria Cardozo, que se volta para as ocupações universitárias em defesa da educação pública e contra a PEC do teto de investimentos sociais; e Antiproibicionismo JAH!!! (2018), correalizado com Juliana Trevas, engajado na luta antiproibicionista e pela legalização da maconha.

SERVIÇO

Lançamento da Coletânea + Bate-papo com Pedro Severien
Local: Auditório 1 do Departamento de Comunicação da UFRN (DECOM/UFRN)
Data: 11/09 (quarta-feira)
Horário: 15h às 19h
Entrada gratuita

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *