Paredão Eletrônico na UFRN proporcionará experiências multissensoriais

O Laboratório 10 Dimensões no Departamento de Artes da UFRN apresentará nesta sexta-feira (29) a intervenção artística interativa Paredão Eletrônico II, um espetáculo sonoro, visual, poético que inclui a participação aberta e ativa do público presente com ações multimídia envolvendo sensores de cor, luz, interação com celulares em composições sonoras, entre outras. A intervenção acontece na CIENTEC 2018, às 17h30.

O projeto, realizado em parceria com a empresa Savox envolve realizar inovações proporcionadas pela interatividade nesta aparelhagem aparentada aos sound systems originários da Jamaica, com características próprias e tornada móvel no NE.

Foram introduzidas nesta estrutura de uso generalizado no Nordeste e em outras regiões do país: animações eletrônicas na parte de luz com trilha sonora das animações de Leonardo Pereira (EM/UFRN); composição sonora interativa via celulares de Gabriel Gagliano (também da EM/UFRN) e outras inovações interativas como mudança de cor e som dos módulos de led do grande painel a partir de sensores de cor e de frequência cardíaca manipuláveis pelo público. Ou seja, o público poderá ver e ouvir no paredão representações animadas do ritmo de seu coração, ou animações luminosas e sonoras conforme as cores de objetos do público e suas próprias roupas.

PAREDÃO ELETRÔNICO

O Projeto Paredão Eletrônico (I e II) envolve investigação no campo da economia criativa nordestina dos chamados “paredões” em Natal. Arranjo sócio técnico inventivo, o paredão é uma estrutura automotiva sonora eletrificada de alta intensidade articulada de forma modular com elementos luminosos coloridos. Apresenta a experiência de criação de espetáculo artístico obra operado em um campo provisoriamente denominado como de “tecnologia situada”. O termo trata de obras ancoradas em sistematizações tecnológicas enraizadas em contextos socioculturais e territoriais específicos, articulando novas propostas poéticas e inovações relacionadas a esta.

O Nordeste tem tradição acumulada e variada no contexto da criação musical e de dispositivos sonoro musicais eletrificados e variantes de sound systems, que são sistemas sonoros montados para uma audiência. Dispositivos desta natureza não são uma exclusividade da região, podendo ser citados desde o tecno-brega da região Norte ao rock em geral, enquanto manifestação global de eletrificação sonora. O Paredão é herdeiro e manifestação da história do som automotivo e relaciona-se também a outras estruturas e equipamentos moveis ou instrumentos de sistemas de som e musicais eletrificados no Nordeste e em geral.

EXPERIÊNCIA MULTISSENSORIAL

O projeto dá continuidade a implementação de perspectivas prospectadas de intervenção e deslocamento de inserção cultural, com a implementação de modificações e acréscimo de incrementos e inovações tecnológicas que permitem a expansão das possibilidades artísticas e criativas desta manifestação. A obra realizada propõe uma experiência multissensorial (sonora e visual, além de relacionada à totalidade do corpo através dos movimentos rítmicos corporais do público) e – também interativa – pela possibilidade de agenciamento por parte do público de eventos artísticos (sonoro-luminosos) na estrutura do paredão através da interatividade.

Pressupõe, ainda, a realização de conjunto de trechos sonoro musicais que entram em interação entre si, com o sistema luminoso e com o público através da programação e difusão via amplificadores de som do Paredão. Também apresenta a integração entre os movimentos corporais do público e interações sonoro musicais através da captação de dados da movimentação do público via seus celulares (os quais tem giroscópio, que permite captar movimento).

É fruto de projetos de pesquisa e extensão sediados no Laboratório 10 Dimensões no Departamento de Artes da UFRN/Universidade Federal do Rio Grande do Norte, com o apoio do NAC, Proex e Propesq da UFRN, da empresa de som automotivo Savox, de Natal, assim como do Media Lab/UFG. Foi realizada uma apresentação experimental ainda inicial do Paredão eletrônico na CIENTEC de 2017.

O grupo interdisciplinar responsável é formado por pesquisadores e estudantes das áreas de arte, tecnologia e música e é coordenado pela Prof. Dra. Laurita Salles do DEART, UFRN.

Equipe:

Docentes pesquisadores e assessoria técnica: Laurita Ricardo de Salles ( DEART/UFRN), Gabriel Gagliano Pinto Alberto (EM/UFRN), Aquiles Medeiros Filgueira Burlamaqui (ECT/UFRN), Jose Savio Oliveira de Araújo (DEART/UFRN), Savio Pinheiro Xavier (Savox). Colaboração e apoio: Cleomar de Sousa Rocha (Media Lab/UFG), Jeronimo Barbosa da Costa Junior (MGill/CA), Rogerio Junior Correia Tavares(DEART/UFRN).

Cantores: Ariadne Mendes Moura e Lailson Toscano de Medeiros

Bolsistas da UFRN do DEART, ECONOMIA, EM, ECT: Ana Paola Vianna Ottoni de Siqueira (responsável pela gestão do site e realização de vídeos); Andiara de Freitas Emidio (produção cultural e divulgação); Celso Soares da Silva Junior (programação Android); Jackie Rocha de Araújo (Design); Leonardo Meneses Pereira (trilha sonora); Leonardo Moniz Sodré Lopes Teixeira (programação);Matheus Pereira Batista de Macedo (programação) ; Raphael Luiz de Oliveira Silva (produção e apoio); Wendell Alves da Silva (programação até maio de 2018). Servidores técnico administrativos: Rafael Keller Menezes; Tales Evan da Silva e Ycaro Ravel Dantas (UFRN, apoio geral) .

SERVIÇO:

Evento: intervenção artística interativa Paredão eletrônico
Quando: Sexta-feira, 29 de junho de 2018, às 17h30
Local: UFRN, entrada principal da CIENTEC 2018 (Rua da Capela)
Site: www.10dimensoes.com
Facebook: 10 dimensões
Informações: contato10dimensoes@gmail.com

About The Author: Redação

Redação

Obrigado pela visita!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *