Para o dia amanhecer poesia de Junior Damasceno

Redação30 de outubro de 2020Poesia, Image

REDIVIVO

Já nasci várias vezes

Morri outras tantas.

Meu primeiro nascimento

Foi sozinho

E triste.

Tinha mais de cem anos.

O peso da idade

Acabrunhava o bebê.

Ninguém entendia.

Mas fui ficando mais jovem.

Cada dia valia anos,

A menos.

A minha primeira morte foi também

Sozinho.

Porém de festa e alegria.

Redivivo,

Fui ganhando saúde e viço.

A cada ano mais jovem fico.

Hei de morrer

Na floridade.

(Junior Damasceno)

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *