Para amanhecer poesia de Sanderson Negreiros

Redação23 de fevereiro de 2021Poesia Image

À TARDE

À tarde,
do mais humano da calçada,
víamos mulheres com cântaros à cabeça.
A rodilha pairava na asa do tempo. Tenras certezas
a paz mineral fulgia. Animais em sua herdade. Mar
campestre, enquanto mulheres
cantam a segurança azul da água.
Um velho prendia-se à jovial corrente de ouro
e varava
o esquecimento.

(Sanderson Negreiros)

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *