o menino que descobriu o vento

#FicaDica – ‘O Menino que Descobriu o Vento’ é um filme… inspirador. E só.

Lembro de Oswaldo Montenegro desconhecer a resposta de uma questão de vestibular a respeito da interpretação de uma canção sua. Ou seja: o formulador da pergunta “viajou” na letra e pedia uma resposta compatível com sua interpretação.

Citei o fato porque li algumas críticas ao longa ‘O Menino que Descobriu o Vento’. Muitas delas enxergaram ou até criticaram (como esta aqui do site Metropoles) a falta de mais conteúdo político no filme, de desigualdades econômicas e tal.

Vejam: o filme é praticamente a narração de um menino de 13 anos. O filme do diretor Chiwetel Ejiofor, ao meu ver, se amparou nessa visão, que logicamente, não poderia se aprofundar em contextos políticos. A intenção foi realmente mostrar uma bonita história, real e inspiradora. E com belíssima fotografia.

O protagonista é William Kamkwamba (Maxwell Simba), adolescente residente na comunidade Wimbe, na pobre região do Malawi. Sem água para colheita, a fome assola a região e ameaça um morticínio. O caos provoca saques e desordem.

William usa de suas habilidades em eletrônica para montar uma torre de energia eólica para gerar eletricidade, bombear água para as terras secas e salvar a comunidade da fome. É um filme realmente emocionante, bonito, de final feliz. E não procurem nada além disso.

Sobre o autor

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *