nó de marujo

Nó de marujo no coração

Ruben G Nunes27 de dezembro de 2019Opinião, Artigos e Crônicas Image

Croniketa da Burakera #38, por Ruben G Nunes

… sabe como é… daqueles trancos no coração que faz você se sentir flutuando nas nuvens que nem gaivotas enlouquecidas e aquecidas por um calor que queima mas não queima…

… que te faz esvoar movido a Ribbon In The Sky, com a voz de romance do Stevie Wonder…

… e aqueles olhos-te-olhando-te-chamandoainda fazendo deslizar luas em teus olhos… os abismos da paixão ali te chamando num beijo que começa nos olhos se agarrando… como der e vier… e vai se esmagando entre lábioslínguasdentesaliva

… vaginações ao luar na beira mar…

… nesses entreveros, você é jogado s’escanchando entre luas estrelas tempos carnaduras…  e você começa a ouvir lá do fundo do coração ecos da música expansa de Stevie Wonder que te alcança, te estica… e dá um nó de marujo nos fios do teu coração com os fios do coração d’Ela

… daí, como marujo-velho de multilhões de milhas navegadas por mares bares e cabarés você sobe no mastro da gávea, olhaollhandoolhudo pra Ela, e solta o berro encaroçado d’emoções – terra à vista!..

… então nesse então, é a hora do arrego d’alma e do coração, daí você lança a âncora no porto seguro d’Ela…  nesses enganchos e amarrações você sai jurando todas as juras… até pra Deus… enquanto dança agarradinho lá no último bar das estrelas-perdidas

… e nessas todas sonhaduras e lembruras nossas de cada dia, Ela s’achega com toda charmegância te chamando pra ir ao mercado… e perguntando rápido se tu já tomou os remédios de pressão, dos rins, e d’arritmia…

Sobre o autor

Ruben G Nunes

Desfilósofo-romancista & croniKero

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *