Museu Câmara Cascudo pode ganhar acervo raro de xilogravuras

josé-costa-leite

PIX: 007.486.114-01

Colabore com o jornalismo independente

O Museu Câmara Cascudo foi contemplado em um edital do BNDES com projeto de aquisição das matrizes de xilogravura do acervo pessoal de José Costa Leite.

Com 93 anos, José Costa Leite é o mais antigo poeta e xilógrafo de cordel vivo, autor de vasta e belíssima obra, tanto em poesia (mais de 1000 títulos de folhetos publicados), quanto em xilogravura.

Seu acervo pessoal conta 645 matrizes de xilogravura, de vários tamanhos, a maioria criada para ilustrar seus próprios cordéis.

É importante trazer essa coleção ao Museu Câmara Cascudo, a fim de protegê-la, estudá-la e divulgá-la, fazendo mais pessoas conhecerem a força e a beleza da obra desse poeta e artista.

Financiamento coletivo

O edital do BNDES exige, no entanto, que o projeto prove que tem o apoio da sociedade, arrecadando parte dos recursos através de uma campanha de financiamento coletivo.

É essa campanha que vocês podem acessar por este link AQUI.

A regra do edital é: para cada R$ 1 investido pela sociedade (pessoas físicas ou jurídicas), o BNDES entra com R$ 2, triplicando a arrecadação até se atingir a meta financeira, que é de R$ 121 mil.

Mas a regra é TUDO ou NADA: se essa meta não for atingida, as colaborações são devolvidas e o projeto não acontece.

Portanto, colaborem escolhendo os diversos tipos de recompensas exclusivas. Vocês vão ver que tem recompensas para todos os gostos e bolsos!

Outra forma importante de colaborar é divulgar o projeto para os amigos, reforçando que ele só se concretizará se criarmos uma grande rede de colaboração.

E essa colaboração na campanha do BNDES será um presente especial ao Museu, que completou 60 anos neste último domingo (22), além de um patrimônio cultural de valor inestimável, motivo de orgulho para todo potiguar.

Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos do mês