Jornalista Cearense lança livro de poemas nesta sexta no Bardallos

alberto-perdigão-poemas-de-solidao

PIX: 007.486.114-04

Colabore com o jornalismo independente

Livro de poemas aborda a solidão e a saudade em tempos de pandemia

O livro Únicos – poemas de solidão, saudade, silêncio e sombras (Editora Radiadora), do jornalista Alberto Perdigão, será lançado, em Natal, nesta sexta-feira (28), às 19 horas, no espaço cultural do restaurante Bardallos (Rua Gonçalves Lêdo, 678 – Cidade Alta).  O livro de 128 páginas é uma coletânea de 60 poesias escritas durante a crise sanitária e a crise política que ainda atingem o país.

As poesias de Perdigão falam de presença e ausência, de amor e desamor, e trazem reflexões sobre o silêncio e as sombras, numa linguagem que vai do lírico ao existencial. Únicos já foi lançado em Fortaleza, Belo Horizonte e Belém. A noite de autógrafos de Alberto Perdigão é aberta ao público.

Alberto Perdigão

Alberto Perdigão, 58 anos, é natural de Fortaleza, onde atua como jornalista e professor. É autor dos livros Comunicação Pública e TV Digital: (EdUece, 2010) e Comunicação Pública e Inclusão Política (RDS, 2014). “Escrever este livro foi uma necessidade e uma libertação”, explica o autor. “O caminho, que sempre existe, a verdade, que sempre resiste, e a vida, que sempre insiste, me serviram de inspiração”, completa.

Homenagem

A obra é uma homenagem ao artista plástico cearense Sérvulo Esmeraldo (1929 – 2017), que completará cinco anos de falecido, no próximo dia 1 de fevereiro. A capa traz uma pintura feita por Esmeraldo, na praia do Poço da Draga, em Fortaleza, em 1950, quando o artista ainda não havia completado 21 anos. A imagem da marinha foi cedida pelo Instituto Sérvulo Esmeraldo e reinterpretada pelo artista gráfico e capista Gil Dicelli.

Venda

Únicos – poemas de solidão, saudade, silêncio e sombras está à venda no site da editora. Clique AQUI. Entrega é gratuita para todo o país.

Ficha

Únicos – poemas de solidão, saudade, silêncio e sombras (Fortaleza, Editora Radiadora, 2021).

Capa: Gil Dicelli.

Ilustração da capa: Sérvulo Esmeraldo.

Diagramação: Etevaldo Gomes.

Fotos: Gentil Barreira e Erasmo Silva.

Impressão: RDS Gráfica e Editora.

Redação

Redação

Obrigado pela visita!

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *