Festivais celebram a música de barzinho e a memória afetiva das canções neste FDS

dani-negro

PIX: 007.486.114-04

Colabore com o jornalismo independente

Dois nomes da MPB da cidade, a cantora Dani Negro e o instrumentista Marcelo Tavares celebram suas carreiras em dois Festivais online. A programação reúne outros 15 artistas potiguares, a maioria do cenário conhecido como de ‘’Música ao Vivo’’.

Com as diversas restrições causadas pela pandemia os “Cantores da Noite” estão entre os mais prejudicados pois tem nos barzinhos e na programação noturna da cidade o principal palco para suas apresentações.

A programação começa às 20h desta sexta (7) com o  Festival Encontros com Elas. Ana Tomaz, Dani Negro, Monica Jucá, Heli Medeiros, Jaina Elne e Lene Macedo são as convidadas do instrumentista Marcelo Tavares, idealizador do festival, que em 37 anos de carreira já tocou em praticamente todo o circuito de bares e restaurantes da cidade acompanhando dezenas de nomes da música potiguar.

Para assistir ao Festival Encontro com Elas, clique AQUI.

Festival Memórias

Já no domingo (9), Dia das Mães, às 17h, a cantora Dani Negro apresenta o Festival Memórias onde ela recorre a depoimentos de convidados a fim de construir um repertório onde cada um deles rememore seu primeiro contato com uma canção ou com momentos que tem determinadas músicas como trilha dessas possíveis lembranças.

Dani Negro conduz o repertório e Lucinha Lira, Dodora Cardoso, Mirabô Dantas, Jaina Elne e Carlos Ponta Negra são convidados especiais.

Na programação uma homenagem à Glorinha Oliveira com a participação de seu filho Aécio Queiróz lembrando de sua bonita relação com a nossa grande diva que nos deixou recentemente aos 95 anos.

Dani Negro receberá no festival a sua mãe artista; a instrumentista Genilza Guanabara para um momento que inspira e fortalece laços.

Os dois Festivais tem direção musical de Cacá Veloso e a banda é formada pelos músicos Wanderlan Scooby nos teclados e sanfona, Larry Mateus na bateria, Augusto César no contrabaixo e Marcelo Tavares nos violões. A produção é de Marcelo Veni e a captação e edição de imagens da equipe Nav.noAr.

Os dois festivais foram contemplados no EDITAL Nº 08/2020 – FJA – FOMENTO À CULTURA POTIGUAR, viabilizado através da Fundação José Augusto e Governo do RN através dos recursos da Lei Aldir Blanc do Governo Federal.

Para assistir ao Festival Memórias, clique AQUI.

Redação

Redação

Obrigado pela visita!

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *