felipe nunes por Frank Levy

Felipe Nunes e Victor Paes fazem “Ajuntamento” nesta quarta no Mahalila

Redação18 de junho de 2019Agenda, Image

Nessa quarta-feira (19), o cantor e compositor Felipe Nunes e o percussionista Victor Paes apresentam “Ajuntamento” a partir das 20h dentro da programação do Dia Duo Musical do Mahalila Café e Livros. O repertório foi construído a partir das influências acumuladas na formação musical da dupla (sambas, ijexás, canções praieiras, etc.) e que inspiram o novo EP de Felipe Nunes com previsão de lançamento para agosto. Juntos, passearão por Dorival Caymmi, João Bosco, Baden Powell, dentre outros. Além disso, serão apresentadas canções autorais, incluindo composições do EP de Felipe Nunes.

Sobre Felipe Nunes e o seu novo EP

O EP tem previsão de lançamento para agosto e contará com 5 canções e trará diversas influências rítmicas, numa mistura de psicodelia tropicalista, grooves de funk, ijexás, afoxés, rock n’ roll, música eletrônica, dentre outros. Com sonoridade e escrita marcada por uma forte carga de ancestralidade negra e indígena, guias e norteadores da formação musical do cantor e compositor.

“Nesse EP procuro refletir a minha compreensão sobre a música e suas possibilidades. Não queria me abrigar em uma caixinha, nem em um único gênero musical. Prefiro explorar as possibilidades sonoras diversas e a partir daí compor minha música. Quase todas as canções foram compostas a partir da iniciativa de lançar o EP, o que me possibilitou visualizar um conceito sobre o trabalho. A inspiração desse primeiro álbum vem da minha ancestralidade negra e indígena, juntamente da resistência do povo para sobreviver às distintas formas de dominação e apagamento da nossa história”, conta Felipe Nunes.

Sobre Victor Paes

Victor Paes é percussionista há mais de 15 anos e atua na cena cultural de Natal. Fez parte da banda Arrelia entre 2009 e 2013. Desde 2014 integra a banda potiguar Skarimbó que lançou o disco “Emaranhado” em 2018. Participou do Festival de Verão Mahaldeia, do Festival Dosol e de projetos culturais da cidade, como o Eco Praça e a Feira Cultural OIÁ. Além disso, faz parte de dos projetos “Agô” que realiza releituras de canções de inspiração afro-ameríndia e da “Tríade Rebelde” que realiza releituras de canções latino-americanas.

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *