Feira reúne shows musicais, performance e bazar neste domingo

Pense num evento cultural com 45 edições ininterruptas. Dadas as condições de apoio e prestígio à cena local, é sempre difícil. Mas a Feira da Diversidade acontece mais uma vez neste domingo com um mix de atrações que abrange performance poética e teatral, lançamento de CDs ou livros, dois shows musicais e mais de 30 expositores divididos entre artes plásticas, artesanatos, vestuário, plantas, bijuterias, condimentos, ervas medicinas e etc.

São seis horas de muita cultura, das 12h às 20h, no point cultural de Pium, o Porão das Artes. A Feira acontece desde 2014, sempre com acesso livre do público. Mas a partir das últimas cinco edições, a produção do evento passou a cobrar 1 quilo de alimento para doação a instituições carentes. A escolhida deste mês será o Lar Espírita Alvorada Nova (Lean), em Parnamirim. E aqui abro um parêntese: conheço o lugar e o trabalho desenvolvido com idosos lá é exemplar!

Feira com shows musicais

Os dois shows musicais desta edição da Feira da Diversidade traz a guitarra blueseira de Gustavo Cocentino (FOTO) acompanhado de Vitoriano Roberto para tocar os clássicos do “maluco beleza” Raul Seixas. E ainda a banda Flor de Macambira, com pegada regional entre canções autorais de compositores experientes da cena potiguar, como Mazinho Viana e Oswin Lohss, e outras do cancioneiro nacional, de Alceu Valença a Chico César. Além de Mazinho e Oswin, a banda tem ainda Regina Casa Forte, Venícios Viana e Pablo Tanuri.

Essa é a pedida de domingo! O Porão das Artes fica próximo à caixa d`água de Pium, na Rua da Aurora, 138. Aberto também para comes e bebes e outras festividades.


FOTO: Estudio P

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *