Tem Dusouto e os pernambucanos do Boa Hora nesta sexta em Natal

O trio potiguar DuSouto retoma a proposta de convidar bandas de cidades vizinhas e de pegadas sonoras parecidas com o grupo e promoverá nesta sexta a festinha ºDeBoaº pra geral dançar coladinho e largadinho. A balada acontece no Ateliê Bar, na Ribeira, a partir das 21h e terá como convidada da vez a banda pernambucana Boa Hora. Representando a casa, o som insano e a quebradeira de Jaiara Fontes com uma discotecagem descolada, além de outros DJs.

Ouça Boa Hora

Sobre Boa Hora

Formada em 2017, a banda Boa Hora respira os ares do Sítio Histórico de Olinda. Nasce inspirada pelo pôr do sol da ladeira da Boa Hora, a mais movimentada da quarta feira de cinzas, famosa pelo encontro de boizinhos, local que serviu de inspiração para a criação das músicas.

Regadas a sol, balanço e amigos, as canções surgem cercadas de irreverência e muito swing. Uma mistura que deu vida ao primeiro disco da banda intitulado “Chamego das Olinda – Vol.1”. São canções autorais com melodias pegajosas que ficam na cabeça, gravadas por um time luxuoso convidado por San. Hugo Gila, da Academia da Berlinda; Pedro e Juninho da Circo Vivant, Hugo Carranca, baterista de Otto; e Gilberto Bala, da Spok Frevo Orquestra. Além da poderosa produção musical de Adriano Duprat, Nanostudio.

Disponível para audição no youtube e soundcloud, o “Chamego das Olinda – Vol.1” apresenta canções como Semente, um carimbó made in Olinda pra falar de amor, ou Estrela Guia, um presente do amigo, cantor e compositor Tiné Equilibrista, músico da Orquestra Contemporânea de Olinda.

INGRESSOS

Lista amiga: Para participar da Lista Amiga publique no evento AQUI #deboa e marque 3 amigos. Você automaticamente entra na lista amiga pagando apenas R$ 10,00. >>ENTRADA ATÉ AS 23H<<

Ingresso antecipado, clique AQUI.

SERVIÇO

DuSouto, Boa Hora/PE e Jaiara Fontes
Data: 13/04
Local: Ateliê Bar
Hora: 21h
Ingressos: R$ 10 (antecipado no sympla) / R$ 15 lista amiga (regras no evento) / R$ 20 (no local)

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *