Edital_Cosern2019

Cosern lança edital para cultura e inscrições já estão abertas

Sérgio Vilar9 de agosto de 2019Editais e Oportunidades, Image

Está lançado o edital da Cosern. O período vai até o próximo 30 de agosto. Todos os detalhes foram apresentados na manhã desta sexta-feira (9) no auditório da Companhia, com a presença do diretor geral da Fundação José Augusto, Crispiniano Neto.

Acredito em mais de 150 pessoas presentes, número bem superior de quanto estive lá pela última vez, em 2016 para inscrever o projeto do Substantivo Plural.

Há mudanças sutis no edital. A mais significativa talvez seja a inclusão de projetos socioculturais e a prioridade para ações voltadas às crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e pessoas com deficiência.

Mais uma vez a Cosern abraça as mais diferentes manifestações artísticas: artes cênicas, plásticas e gráficas; cinema e vídeo; fotografia; literatura; música; artesanato, folclore e tradições populares; museus; bibliotecas e arquivos; e patrimônio material e imaterial.

Não há número estimado de projetos a serem aprovados. Vai depender da qualidade da apresentação das propostas. Historicamente giram em torno de 20 a 22 projetos aprovados.

LEI CÂMARA CASCUDO

O projeto a ser aprovado pelo edital da Cosern precisa, necessariamente, ser aprovado na Lei Estadual de Incentivo à Cultura Câmara Cascudo.

O prazo para inscrição na Lei, até o momento, vai até dia 15 de agosto (quinta-feira). Mas há a intenção da Fundação José Augusto em prorrogar até 15 de setembro.
Para participar do edital o projeto não precisa estar aprovado ou sequer inscrito na Lei. Mas, para conseguir aprovação no edital é preciso ser aprovado na Lei, mesmo que depois de inscrito no edital.

Ou seja: você pode se inscrever no edital da Cosern enquanto prepara a inscrição na Lei Câmara Cascudo. Se o projeto for reprovado na Lei, está eliminado no edital da Cosern. Se for aprovado na Lei, pode concorrer ao edital.

A data estimada para resultado dos projetos aprovados no edital foi até 30 de setembro. Mas, se a FJA realmente prorrogar o prazo de recebimento dos projetos até 15 de setembro, esse anúncio também será prorrogado.

E importante: foi dito que, independentemente da data de anúncio dos aprovados no edital, o valor será pago até o fim do ano.

INSCRIÇÕES E EDITAL

Todo o edital está ainda mais mastigadinho AQUI. Mas vamos aos pontos principais: podem ser inscritos até dois projetos com o mesmo proponente, sendo no máximo um deles aprovado.

A inscrição é feita exclusivamente pelo site da Cosern. O projeto precisa ser realizado dentro do RN e estar alinhado às diretrizes do grupo Neoenergia e, como já disse, à nova proposta de inclusão sociocultural.

Documentação necessária ao proponente pessoa jurídica ou física, consta lá no edital, assim como alguns direitos e deveres do patrocinador e patrocinado.

ENERGIA EM CULTURA

Milito na cultura há uns 15 anos. Desde sempre assisti o protagonismo da Cosern em quase sustentar a cultura potiguar. Claro, ressalte-se, em parceria com o Governo do Estado via renúncia fiscal.

Mas é preciso existir a empresa para o Governo emergir como parceiro. Em outros tempos, a Petrobras também segurava o mesmo estandarte. Mas se foi faz três longos anos. E a Cosern, apesar do momento de crise financeira no país, se mantém firme no propósito.

Já foram mais de 300 projetos patrocinados em pouco mais de 20 anos. Imagino a satisfação dos patrocinadores em assistir os resultados e a gratidão dos patrocinados. É uma história de parceria ainda promissora.

E que dure, enquanto há ternura!

Sobre o autor

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *