Copa América: camisa do Brasil é a mais cara do continente

PIX: 007.486.114-04

Colabore com o jornalismo independente

São Paulo, junho de 2024. Footy Accumulators, site especializado em bônus de inscrição e premiações de apostas esportivas, realizou um estudo para conhecer quais  são os preços das camisetas oficiais dos times que vão disputar a Copa América 2024 O estudo consultou o preço oficial de cada uma das camisas atuais das 16 seleções participantes do torneio com o PIB per capita de cada país e a quantidade de camisas vendidas em 2023.

A Copa América desperta paixão e emoção em todo o continente para apoiar a sua seleção. Mas para muitos torcedores, a paixão pelo futebol também vem com o desafio de conciliar o amor pela camisa com o bolso.

A mais cara? A verde-amarela, claro!

Sem surpresas, a camisa da seleção brasileira é a mais cara entre as participantes da Copa América 2024. Custa R$ 500,00 na loja oficial da CBF, o que equivale a cerca de 100 dólares. Em comparação, a camisa da Bolívia, a mais barata do torneio, com 200 reais (45 dólares).  

Mas será que o preço vale a pena?

Para responder a essa pergunta, é preciso levar em consideração alguns fatores:

PIB per capita: O Brasil tem um dos PIB per capita mais baixos entre os países participantes da Copa América 2024. Isso significa que, para a maioria dos brasileiros, o preço da camisa representa um valor maior do que para os torcedores de outros países.

Quantidade de camisas vendidas: Em 2023, a seleção brasileira vendeu mais de 1 milhão de camisas. Apesar disso, parece que  a CBF não tem um grande poder de negociação com os fornecedores, o que pode ajudar a manter o preço da camisa mais baixo.

Qualidade: As camisas da seleção brasileira são feitas com materiais de alta qualidade e possuem tecnologia de ponta, o que justifica, em parte, o preço mais alto.

Paixão: Para muitos torcedores brasileiros, a camisa da seleção não é apenas um item de roupa, mas um símbolo de amor ao país e à seleção. Nesse caso, o preço pode ser um fator secundário. Porém, o alto preço da camisa oficial torna o mercado de réplicas robusto e muitos brasileiros optam por comprar uma camisa falsa.

Outras camisas com preços “salgados”:

Além da camisa brasileira, outras que se destacam pelo preço alto são as da Argentina ($85 dólares), Colômbia ($95 dólares) e Estados Unidos ($90 dólares).

As mais acessíveis:

Já as camisas mais acessíveis, além da já mencionada Bolívia, são as do Peru ($55 dólares), Panamá ($55 dólares) e Costa Rica ($60 dólares).

Confira a tabela com os preços das camisas, PIB per capita e número de camisas vendidas em 2023:

Seleção Preço ($USD) PIB per capita (USD) Camisas vendidas em 2023
Brasil $100 $8.863 1.000.000
Argentina $85 $18.097 800.000
Colômbia $95 $8.071 750.000
Estados Unidos $90 $63.298 600.000
México $80 $8.529 550.000
Uruguai $70 $23.815 450.000
Equador $75 $6.100 400.000
Canadá $70 $51.427 350.000
Chile $60 $24.242 300.000
Paraguai $65 $5.625 250.000
Jamaica $65 $5.235 200.000
Costa Rica $60 $7.533 150.000
Venezuela $50 $3.500 120.000

 

Metodologia: Estudo realizado comparando preços nos sites oficiais das marcas durante a semana de 10 a 18 de junho de 2024.

Redação

Redação

Obrigado pela visita!

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *