Concerto em Natal celebra 50 anos de diplomacia entre China e Brasil

PIX: 007.486.114-04

Colabore com o jornalismo independente

Natal vai receber no próximo dia 03 de junho, às 19h30, no Teatro Alberto Maranhão, um concerto especial, com a Filarmônica UFRN apresentando obras chinesas e nordestinas. Este concerto, promovido pelo Consulado-Geral da República Popular de China em Recife, com o apoio do governo do Rio Grande do Norte, faz parte das celebrações realizadas na China e no Brasil para celebrar os 50 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre os países. O público terá a grande oportunidade de assistir o espetáculo com entrada gratuita. Ingressos serão liberados 1h antes do concerto.

Na programação, a Filarmônica UFRN, sob a regência do maestro André Muniz, interpretará músicas chinesas como “Boas Novas de Pequim chegam aos Vilarejos”, “Dança do Povo Yao”, “Abertura do Festival da Primavera”, “Flor de Jasmim”, “Diálogo de Flores” e “Eu te amo, China”, esta última com a participação do tenor Kaio Morais. O concerto também apresentará obras nordestinas como “Gonzaguiana” e “Suíte Nordestina”, realçando dessa forma o diálogo entre as duas culturas por meio de uma troca de elementos folclóricos e tradicionais.

A China e o Brasil estabeleceram relações diplomáticas no dia 15 de agosto de 1974. Desde então, as relações bilaterais vêm crescendo em inúmeros aspectos econômicos, sociais, educacionais e culturais. Um dos maiores parceiros comerciais do Brasil desde 2009, a China importou mais de US$ 100 bilhões de produtos brasileiros em 2023. A parceria estratégica abrangente sino-brasileira vem beneficiando os dois povos e o desenvolvimento de modernização do país.

O impacto da China ao estado do Rio Grande do Norte também tem sido de grande relevância. Em uma reunião recente com professores da Escola de Música, o Secretário Sílvio Torquato Fernandes, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEDEC), ressaltou a importância dos investimentos de empresas chinesas para o desenvolvimento econômico de nosso estado. Além disso, recentemente houve uma doação de 29 máquinas agrícolas para pequenos agricultores do nosso estado, como parte da Parceria Brasil-China para Mecanização Agrícola da Agricultura Familiar, iniciativa coordenada pela SEDRAF.

Cooperações sino-brasileiras na UFRN

A história de interações da Escola de Música da UFRN com a cultura chinesa já está se tornando uma tradição. “A Filarmônica UFRN apresentou-se no Festival Cultural da China no início do ano, evento realizado em João Pessoa pela UFPB”, explica o maestro André Muniz. O maestro continua: “Depois do grande sucesso daquela apresentação, fomos convidados a realizar um concerto completo aqui em Natal, para celebrar este momento especial, marcando a amizade sino-brasileira. Essa será mais uma das muitas atividades sino-brasileiras que temos realizado desde 2013”.

A UFRN possui diversos acordos de cooperação com universidades chinesas, sendo que outro fruto dessas parcerias é o curso online de mandarim e de cultura chinesa que a UFRN tem oferecido desde o ano passado. “A intensa procura por essas ações tem demonstrado que há um grande interesse da população potiguar pela cultura chinesa. Esperamos que este concerto também seja muito bem recebido”, destaca a Profa. Nan Qi, Secretária Adjunta de Relações Internacionais da UFRN.

Veja neste link algumas apresentações sino-brasileiras promovidas pela Escola de Música da UFRN: bit.ly/musicachinesaUFRN

Serviço:

Onde: Teatro Alberto Maranhão

Quando: 03 de junho, às 19h30

Quem: Filarmônica UFRN e Maestro André Muniz

Porquê: Celebração dos 50 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre a China e o Brasil


CRÉDITO DA FOTO: Cícero Oliveira

Redação

Redação

Obrigado pela visita!

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *