Livro de Clotilde Tavares sobre questões femininas será discutido neste sábado

clotilde tavares

PIX: 007.486.114-04

Colabore com o jornalismo independente

Neste mês de clima junino, de natureza lendária e ficcional, o Clube de Leitura “Elas por Elas” do Mulherio das Letras Nísia Floresta – @mulherionisiafloresta – convida vocês, leitores e leitoras, para dialogar sobre um livro que traz reflexões filosóficas sobre a vida. DE REPENTE A VIDA ACABA, da escritora Clotilde Tavares: @clotildeescritora. Será neste sábado (29), às 15h, na Livraria do Praia Shopping: @nobelnatal

O romance foi reeditado pela Editora @escribas_oficial e narra as vidas de duas mulheres separadas por uma geração cujas histórias se cruzam, através de um manuscrito inesperado.

Com humor, ironia, um pé na realidade e outro na ficção, o livro toca numa série de questões caras às mulheres de diferentes gerações, como a repressão, a dificuldade de lidar com o destino traçado pelos pais, a liberdade conquistada e o que fazer com ela, o casamente e o aborto, doença e filhos, ciúmes e paixões, o sexo e o desejo, além das farras e bebedeiras. A narrativa é  fluída e surpreendente. Com certeza, vai prender a atenção de leitores(as) do início ao fim.

CLOTILDE TAVARES

Artista multíplice, a cordelista Clotilde Santa Cruz Tavares é escritora, atriz, dramaturga, folclorista, pesquisadora, violoncelista e médica. Paraibana de Campina Grande. Nasceu no dia 14 de Dezembro de 1947. Ela sempre gostou dos folhetos. Em 1974 publicou um folheto chamado A Humana Tragédia. Clotilde, poeta por profissão e doutora por circunstância.

OBRAS PUBLICADAS

Publicou, entre outras, A Botija e O Monstro das Sete Bocas, para adolescentes; os volumes de crônicas A agulha do desejo, Coração Parahybano e Notícias da Existência do Mundo; e, para crianças, Natal, a Noiva do Sol e As Aventuras de Luluca na Paraíba Encantada.

Redação

Redação

Obrigado pela visita!

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *