Clássicos da música de câmara serão apresentados em recital gratuito neste domingo

TRIO ACAUÃ

PIX: 007.486.114-04

Colabore com o jornalismo independente

Verdadeiras obras-primas da música de câmara serão executadas neste domingo (8) em recital gratuito no auditório Onofre Lopes da Escola de Música da UFRN, a partir das 19h. E não precisa retirar ingresso para conferir a apresentação do Trio Acauã, que levará ao público duas obras contrastantes, ambas consagradas no repertório de música de câmara.

O Trio Acauã é composto por Mariana Holschuh (violino), Frederico Nable (violoncelo) e Joana Holanda (piano). Apaixonados por música de câmara, seus integrantes uniram-se para explorar o rico e pouco conhecido repertório brasileiro para essa formação, além de obras do repertório canônico.

Para este recital, o programa inclui o Trio em Ré menor Op. 49 de Felix Mendelssohn (1809-1847) que é uma de suas obras camerísticas mais tocadas. O seu contemporâneo e também compositor Robert Schumann (1810-1856) reconheceu essa importância quando escreve logo após sua primeira audição do trio: “Essa é uma obra prima do nosso tempo, como os trios de Beethoven em Si bemol e em Ré e o de Schubert em Mi bemol foram obras primas em seus dias; é uma composição extremamente bem realizada e que continuará a deliciar nossos netos e bisnetos”.

A segunda peça do programa são as “Cuatro Estaciones Porteñas” do compositor argentino Astor Piazzola (1921-1992), originalmente compostas como peças independentes e para a formação de quinteto com bandoneón. O arranjo para trio de violino, violoncelo e piano do programa é de José Bragato (1915-2917): violoncelista, arranjador e compositor que tocou por muitos anos nos ensembles de “Nuevo Tango” com Piazzola.

SERVIÇO

Local: Auditório Onofre Lopes da Escola de Música da UFRN
Data: Dia 08 de Dezembro, Domingo
Horário: 19:00 horas
Entrada Franca

Programa:

Felix Mendelssohn (1809-1847) Trio Nº 1 Opus 49
I – Molto Allegro agitato
II – Andante com moto tranquilo
III – Scherzo
IV – Allegro assai appassionato

Astor Piazzola (1921-1992) “Cuatro Estaciones Porteñas”
I – Verano Porteño
II – Invierno Porteño
III – Primavera Porteña
IV- Otoño Porteño

 

Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *