Tem rock e blues de graça neste sábado no Bardallos com Gustavo Cocentino

O projeto Bardallando a Cidade recebe neste sábado um show de rock, pop e blues com o guitarman Gustavo Cocentino & Blue Mountain, a partir das 21h. O acesso é totalmente gratuito ao point cultural Bardallos Comida e Arte, localizado na Cidade Alta.

Em 2011 Gustavo Cocentino & Blue Mountain lança o primeiro CD onde reúne releitura de clássicos do blues e conta com a participação do guitarrista Nuno Mindelis e o gaitista Flávio Guimarães da banda carioca Blues Etílicos, dois dos maiores expoentes nacionais do gênero na atualidade.

O guitarrista Gustavo Cocentino começou a tocar em bares e festas no ano de 1996 na banda carioca Gang do Whyskie. Radicado em Natal desde julho de 1998, já acompanhou e dividiu o palco com nomes do blues nacional e internacional como Flávio Guimarães do Blues Etílicos, Nuno Mindelis, André Christovam (SP), Larry McCray (EUA), George Israel (Kid Abelha), Willie Big Eyes Smith (Muddy Waters band), Danny Vincent (Arg),), Mitch Kashmar ( EUA), Big Gilson (RJ), Adrian Flores (Arg) , Celso Blues Boy (RJ), e J.J Jackson (EUA).

Suas principais influências musicais são Jimi Hendrix, Eric Clapton, Stevie Ray Vaughan, B.B King, o blues e suas vertentes em geral, country, bluegrass, Raul Seixas e o classic rock anos 60 & 70. E é o trabalho fruto dessas influências que o público verá sábado no Bardallos.

ÚLTIMA EDIÇÃO DO BARDALLANDO A CIDADE

Ma quarta-feira (31), o Bardallando a Cidade se encerra com a última edição, com atrações especiais e a programação do Sarau Insurgências Poéticas. Confira abaixo a programação da edição de quarta-feira:

– O TEATRO DE BADÚ MORAIS COM A PERFORMANCE DE “DEUSA EXMACHINA” DE HILDA HILST
– POESIA COM THIAGO MEDEIROS E MARINA RABELO
– DANÇA COM ROZEANE OLIVEIRA
– LANÇAMENTO DE ZINE DE FALVES SILVA
– MÚSICA COM BADÚ E RICARDO BAYA

PATROCÍNIO

O Projeto Bardallando a Cidade foi contemplado pelo Edital das Artes Cênicas da Funcarte/Prefeitura de Natal.

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *