Adriano_Azambuja

Adriano Azambuja lança novo disco nesta quinta

25 de fevereiro de 2021Música, Image

Pegue o fone de ouvido espete no celular, computador ou mande ver o som da sua TV esperta. Este é o convite que o guitarrista  e compositor Adriano Azambuja faz para o lançamento virtual do seu álbum instrumental “Transmutação” que acontece nesta quinta-feira (25).

O lançamento acontecerá às 21h no canal do selo Mudernage no Youtube, onde o disco poderá ser apreciado em primeira mão, com a presença, via chat, de Azambuja, participantes do disco e população planetária em geral que possua acesso à internet.

Além do Youtube, o disco também estará disponível nas principais plataformas de música digital e em breve em formato físico (CD).

Gravações, Mudernage e revisitações

“As primeiras gravações para o álbum foram em 2017 e estavam cuidadosamente arquivadas no estúdio da Mudernage. Com esses tempos de pandemia, ficando mais em casa, fui criando novos temas, como também encontrando K7s antigos com riffs e músicas minhas registradas caseiramente. Na fusão dessas inquietações recentes com a revisitação ao meu baú de obras nasceu Transmutação”, diz Adriano.

A respeito da diversidade musical do álbum, o guitarrista mais conhecido por sua vertente rocker a frente de bandas históricas do rock potiguar como Cabeças Errantes, A Máquina, Sangue Blues, entre outras, comenta: “Digamos que o que eu vivi e ouvi, senti, toquei, li e refleti durante minha vida está transmutado musicalmente nesse disco. ”

O álbum estará disponízado no Youtube em resolução de 4K (2160P) propiciando assim aos que acessam a internet pela televisão, uma imagem  em alta resolução da bela capa do disco, uma tela do renomado artista plástico potiguar Pedro Pereira, feita exclusivamente para esse fim.

Faixas

É um disco solo, mas que não poderia ter sido feito sem a ajuda de várias mãos. Nas 12 faixas do álbum Transmutação (Darma, Dna, Sol em Peixes, Parananda, Samsara, Lhamas, Armadilhas, Fractais, Verão na Sombra, Florânia, e Karma) Adriano exerce sua verve musical em guitarras, violões, teclado e baixo.

Conta ainda com a participação de  Zé Caxangá (teclado); Paolo Araújo (baixo); Di Steffano, Elizeu Alves e Marcelo Costa (baterias); seu filho Danilo Azambuja dividindo guitarras e composição na música DNA; os vocalises especiais de Luciano Jardim, Marly Rodrigues e Otávio Santos; a produção musical de Mr Moo e do próprio Azambuja; a mix e gravações de Paolo Araújo e Mr Moo.

O álbum foi gravado de forma independente, no Ícone Studio (Natal) numa parceria de Adriano com o selo potiguar Mudernage. Já a mixagem e masterização foram realizadas com recursos do Edital Cria Parnamirim, Lei Aldir Blanc. Prefeitura de Parnamirim, através da Fundação Parnamirim de Cultura, e Governo Federal, através da Secretaria Especial de Cultura e do Ministério do Turismo.

Serviço

Onde: canal da Mudernage no Youtube  www.youtube.com/mudernage

Quando: quinta-feira 25/02

Hora: 21h

Link direto para o lançamento de Transmutação

Adriano Azambuja

Adriano Azambuja é compositor, cantor, guitarrista e produtor musical. Reside em Parnamirim desde 1979, quando ainda criança, veio com os pais de Minas Gerais ao Rio Grande do Norte.

Ainda jovem, teve como professores de guitarra/música o saudoso mestre potiguar Manoca Barreto e o não menos renomado músico Cleudo Freire.

Participou de diversos grupos musicais potiguares, entre eles, o SangueBlues, Cabeças Errantes, Automatics, A Máquina, e o JazzMantra.

Desenvolve carreira solo desde 2005 quando lançou, pelo selo potiguar Solaris, seu primeiro disco independente “Vagalume e o som das coisas que estão sem nome”, onde apresentou oficialmente ao público seu lado cantor, compositor, arranjador e multi-instrumentista.

Tem no seu histórico:

  • Apresentações em festivais como Dosol, Mada e Natal Instrumental;
  • Foi premiado no festival Música Potiguar Brasileira da FM Universitária (Natal/RN) com a música instrumental “Na Town”;
  • Foi selecionado para o Festival MPBeco 2015 (Natal) com a música “Ser Você”;
  • Em Parnamirim participou em várias edições do Projeto Som do Beco, Festival Música Para Ouvir e no Parnamirim Moto Fest, entre outros eventos;

A partir de 2014, seu crescente interesse nos efeitos da música, nas sensações humanas e pela música instrumental o levou a compor/produzir trilhas sonoras para filmes.

Seu portifólio conta com a trilha sonora dos curta-metragens potiguares “Incontinências”, “Athayde”, e do documentário “Passo da Pátria – Porto de Destinos”, dirigidos por Paulo Jorge Dumaresq/Alex Régis. Como também, da ficção científica “Em Torno do Sol” e do híbrido [IN]SUSTENTÁVEL, ambos dirigidos por Júlio Castro e Vlamir Cruz.

Em Torno do Sol, além de ter a sua participação protagonizando o personagem central, foi agraciado com o Prêmio de Melhor Som no Festival Sesc de Cinema Potiguar.

Em outubro de 2020, Azambuja foi tema de episódio da websérie Território Criativo, onde foi apresentado um mini documentário a cerca da sua carreira.

Assista aqui o mini doc

COMMENTS

Chrisitane

Grande Guitar Hero, Adriano Azambuja. Trabalho impecável. Belíssima capa de Pedro Pereira. Equipe da Mudernage está de parabéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *