Filmes e debates da maior mostra de cinema do Brasil seguem até sexta em Natal

A maior mostra de cinema do Brasil está em Natal para discutir temáticas voltadas aos Direitos Humanos. São mais de 40 filmes com exibição gratuita seguidos de debates. E a partir desta terça-feira (27), a programação estará concentrada na UFRN (LabCom), com três sessões ao dia até o encerramento nesta sexta-feira (30).

Os filmes e debates abordam assuntos atuais como questões de gênero, populações negra, indígena e LGBT, imigrantes, direitos das pessoas com deficiência, direito da criança, da mulher e dos idosos, diversidade religiosa e meio ambiente. Entre os debatedores estão jornalistas, cientistas, consultores e psicólogos.

“São filmes e debates com temas contemporâneos que precisam estar na pauta da mídia, nas rodas de discussões e na mente das pessoas. Essa Mostra tem dado o que falar Brasil afora e em Natal também tem aberto discussões fundamentais”, ressalta a produtora da Mostra em Natal, Tatiane Fernandes.

A Mostra comemora este ano os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, surgida em 1948 como um grito de liberdade, um clamor por respeito e em protesto contra os milhões de mortos da 2ª Guerra Mundial. “Essa Mostra vai até as pessoas para mostrar a importância de ser cidadão e do respeito ao próximo”, frisa a diretora de Promoção e Educação em Direitos Humanos da Mostra, Juçara Rodrigues.

Programação – Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Terça-feira (27)

Filmes
– 14h – Eduardo Galeano Vagabundo
– 16h – Lúcio Flávio, o passageiro da agonia (seguido de debate)
– 19h – Menina do Barro

Debate – 16h
Tema:“Polícia, corrupção, tortura, prisão, extorsão…”
Debatedores: Jarbas Bezerra (juiz) e Divaneide Basílio (mestre e doutora em Ciências Sociais e vereadora eleita de Natal)

Quarta-feira (28)

Filmes
– 14h – Sociedade Etiquetada
– 14h – Tente entender o que eu tento dizer
– 16h – Batuque gaúcho
– 16h – As sementes
– 19h – A rainha diaba (seguido de debate)

Debate – 19h
Tema: Educação em Direitos Humanos
Debatedora: Michelle Ferret (jornalista e doutora em Ciências Sociais)

Quinta-feira (29)

Filmes
– 14h – Henfil (seguido de debate)
– 16h – Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones
– 16h – Nunca me sonharam
– 19h – Outro olhar, convivendo com a diferença
– 19h – Monocultura da fé
– 19h – Waapa

Debate – 14h
Tema: Direito à saúde e Direito à liberdade de expressão. Além de reviver a trajetória do cartunista e jornalista Henfil.
Debatedores: Juliska Azevedo (jornalista e ex-secretária de Comunicação) e Rafael Duarte (jornalista e editor da agência Saiba Mais)

Sexta-feira (30)

Filmes
– 14h – Última bala
– 14h – Nomes que importam
– 14h – Repense o elogio
– 16h – O que é isso, companheiro? (seguido de debate)
– 19h – Eles não usam black-tie

Debate – 19h
Tema: Os 70 anos da Declaração dos Direitos Humanos
Debatedores: Sêmio Timeni (advogado e consultor empresarial) e Alex Reinecke (mestre e doutor em psicologia social)

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *