Thiago Medeiros celebra 15 anos de trajetória com lançamento de novo livro

PIX: 007.486.114-04

Colabore com o jornalismo independente

“Quanto Mar Cabe no Sal da Lágrima”, é o quarto livro de poemas de Thiago Medeiros, uma celebração aos 15 anos de dedicação à produção artística do poeta, ator e produtor potiguar.

Lançado em janeiro de 2021, o livro ganhou edição especial com revisão do autor e terá, pela primeira vez, lançamento presencial nesta sexta (9), às 18h30 no Seburubu.

O livro tem direção de arte de Rita Machado, capa de Creety, parceiros de longa data do poeta.

A segunda edição de “Quanto Mar Cabe no Sal da Lágrima” é uma realização da Unilivreira, em parceria com o Selo Independente Insurgências Poéticas e Giro Selo Editorial.

O livro foi construído durante a parte mais delicada da pandemia da Covid-19, momento em que o autor perdeu sua mãe. Os poemas apresentam um Thiago mais intimista, escrevendo sobre saudade e esperança, como o poema que encerra o livro “há uma pátria a ser libertada e é pelo amor que venceremos”.

A segunda edição do livro, além de poemas inéditos, traz poemas escolhidos pelo autor dos títulos anteriores: “Ardência”, 2021; “Meio-Dia”, 2018 e “Para Eu Parar de Me Doer”, 2016.

Na programação, além do lançamento do livro, estão previstas conversa com o editor do livro Aluiso Azevedo, o Sarau Insurgências Poéticas, exposição de Rita Machado e Creeaty e show da cantora Valéria Oliveira.

Thiago Medeiros

Thiago Medeiros iniciou sua trajetória artística em 2007, no projeto social ArteAção, desenvolvido pela Casa da Ribeira, na escola em que o autor estudava à época, o Atheneu Norte-Riograndense.

Foi no palco da Casa que o ator estreou junto com mais 30 jovens de escolas públicas no espetáculo “Uma História de Lenços e Ventos” do dramaturgo argentino Ilo Krugli. Participando ainda de cinco produções junto com o grupo de teatro da Casa da Ribeira.

Em 2010, criou o seu grupo de teatro “Para Eu Parar de Me Doer”, realizando espetáculos teatrais com foco na dramaturgia poética, entre eles, “Memórias do Alecrim”, em 2015 e “João ou Eu Só queria ver os Pássaros”, em 2016; ano em que criou junto com outros artistas o Sarau, Coletivo Artístico e Selo Editorial Independente “Insurgências Poéticas”.

Autor dos títulos “Para Eu Parar de Me Doer” (Caravela Selo Cultural); “Meio Dia” (Selo Insurgências Poéticas/2018), a edição contou ainda com poemas de autores que ainda não haviam publicado em livro, tais como Gessyka Santos, Canniggia Carvalho e Felipe Nunes; “Ardência” (Selo Insurgências Poéticas/Giro Selo Editorial 2020), “Quanto Mar Cabe no Sal da Lágrima” (Selo Insurgências Poéticas/Giro/Unilivreira 2022). Além de zines e participação em antologias poéticas regionais e nacionais.

Em 15 anos de trajetória ininterrupta, Thiago Medeiros participou dos principais festivais de arte da cidade e do estado, além de representar o RN em eventos importantes para a produção artística como a 29a bienal de arte de São Paulo (2010).

Serviço

Lançamento do livro de poemas “Quanto Mar Cabe no Sal da Lágrima”, de Thiago Medeiros. Sexta, 09 de setembro, às 18h00, no Seburubu (Av. Deodoro da Fonseca, 307 – Cidade Alta). Contato: (84) 99850-0524.

Redação

Redação

Obrigado pela visita!

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *