Para o dia amanhecer poesia de Crispiniano Neto

Redação15 de março de 2019Poesia, Image

Que era pra branco burguês
Abrindo as portas pra o preto,
Pra o filho do camponês
Que vivia desde a infância
Condenado à ignorância,
Sem diploma voz e vez!

E o Brasil que era malhado
No plano internacional
Tendo por imagem apenas
Futebol e carnaval
Mudou muito, hoje é de fato,
Um País que é candidato
A potência mundial.

Só precisa aprofundar
As conquistas do momento,
Este ciclo virtuoso
De luz e empoderamento
Pra se chegar ao pináculo
E fazer-se o ESPETÁCULO
Que se quer, DO CRESCIMENTO!”

(Crispiniano Neto)

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *