Para amanhecer poesia de Paula Belmino

Redação20 de janeiro de 2021Poesia, , Image

ONDE VIVE A POESIA?

Perguntaram-me onde mora poesia ?

E me dispus a pensar:

A poesia teria casa

Um só lugar para morar?

 

A poesia é o raio de luz

Fazendo fresta na escuridão

Acordando os passarinhos

Está no som das manhãs!

 

A poesia está no ninho,

Na asa e no bico do beija-flor

No canto do galo chamando sol

E no desabrochar da pequena flor!

 

A poesia está no sorriso

Da criança a brincar

Também está no choro

É a dor a lamentar!

 

A poesia também é lágrima

No sentimento do poeta

Escrito em prosa

Ou  na imensidão de versos

 

A poesia é  o nascer

A oração atendida

A  gota de chuva molhar a terra

O calor o do meio-dia.

 

A poesia é natureza

Está também na ciência

Quando se encontra a cura

para as mazelas e as doenças.

 

A poesia está em tudo

É  luz no fim do túnel

É escape,  é beleza

Para o necessitado  ela é tudo.

 

A poesia é a riqueza

A pequena esperança.

É o sonho, a utopia,

A inocência da infância.

 

Também é  a experiência

Dos velhos a contar histórias

O abraço, o afeto, a voz,

O que guardamos na memória.

 

A poesia mora em você, em mim,

E vive na humanidade

Nos Sentimentos felizes ou tristes

Nas sensações que nos fazem.

 

A poesia é a porta

Para  salvação do mundo

Sem poesia ninguém vive

Está em escuro profundo.

 

Morte em vida,

A poesia é  transformação

Mora onde o olhar alcança

Mas prefere fazer casa, na emoção.

(Paula Belmino)

 

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

COMMENTS

Jarlene Maria de Carvalho Silva

A definição da poesia de Paula Belmino é simplesmente uma definição poética que enche nossos corações de alegria 💐💐💐💐💐

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *