Para amanhecer poesia de Mário Ivo

PIX: 007.486.114-04

Colabore com o jornalismo independente

MATINO

Ao amanhecer todas as cidades se parecem.

Só você ao despertar não se assemelha a ninguém
nem a nada no mundo.

No alto dos prédios imóveis pastoreia as nuvens o sol.

A teus pés apascento o sonho. Para quando despertes o mundo não se pareça a nenhuma manhã conhecida.

(Mário Ivo)

Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *