Para amanhecer poesia de Eva Potiguar

Redação18 de janeiro de 2021Poesia, Image

NÃO SOU APENAS MULHER

Não sou apenas mulher…
Sou cacos retorcidos,
Que rasgaram a vergonha,
De  choros recolhidos,
Em noites sem luar!
Venho sem medo,
Com as minhas feras,
Com as raízes imersas,
De novas primaveras,
Trago meus vulcões,
Ecos dos gritos,
Do sangue que me gerou!
Sou fogo de brasas vivas,
Por liberdade que destila,
Sem medo do opressor!

(Eva Potiguar)

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *