Para amanhecer poesia de Eva Potiguar

Redação5 de janeiro de 2021Poesia, Image

CENÁRIOS DO AMANHECER

O enleio som das aves na manhã,
O aroma do arvoredo multicor,
O namoro entre a hortência e o beija flor,
Toda inefável luz da aurora sã.

O sereno bendito de Iansã,
A gardênia acordando ao bailar,
O desenho das folhas no avoar,
O besouro na tenra rosa irmã.

Florata das auroras matutinas,
Perfumes, luzes, cores, melodias,
Me adornaram as horas repentinas.

Heranças doces, vivas poesias,
São meus tesouros, plagas nordestinas,
Cenários verdejantes de alegrias.

(Eva Potiguar)

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *