Jornalista lança livro de poemas que aborda sentimentos vividos na pandemia

Idyane Franca

PIX: 007.486.114-04

Colabore com o jornalismo independente

“Revelia” traz ilustrações da própria escritora e prefácio da pesquisadora Constância Lima Duarte

“A cada poema a escritora tem sua alma desvelada, despida e transbordante” é dessa forma que podemos resumir o livro “Revelia”, da jornalista e poeta Idyane França. A obra será lançada no dia 25 de julho, no Mahalila Café e Livros, às 18h, e teve sua pré-venda iniciada nesta segunda (05) pelo Instagram da escritora @idyfranca.

Escrita em 2020, em plena pandemia do COVID-19, a obra conta com o prefácio da doutora em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo, mestre em Literatura Portuguesa pela PUC-RJ e pesquisadora do CNPq, Constância Lima Duarte.

“Escrito num momento em que as pessoas estavam enclausuradas, bombardeadas por notícias mórbidas e inseguras com o por vir, Revelia foi a forma que encontrei para manter minha sanidade mental nesse período. Além de ser um livro que há muito tempo sonha com a liberdade de mundo, com o encontro de outros lares, de outros sentidos e de outras almas”, afirma Idyane França.

Editada pela JV Publicações, a obra possui ilustrações feitas pela própria escritora que trazem desde traços minimalistas às aquareladas explosões de sentimentos. Leia abaixo parte da sinopse da publicação:

“Revelia é um grito que há muito tempo está preso na garganta. Sufocado pelo medo, sufocado pela dor, sufocado pela insegurança, pelo convencimento da não possibilidade. Sufocar-se! Sim, minhas mãos também o sufocou. Pensei, se tem que ser sufocado, que seja por mim mesma. Mas há coisas que quanto mais tentamos estancá-las, mais elas escorrem, mais elas ganham força e rompem as barreiras, como represas que quando estouram saem devastando tudo que vem pela frente. Assim é Revelia, cortante, malcriado, contestador, imoralista e inconformado”.

Idyane França

Poeta potiguar, feminista e ativista do movimento negro, Idyane França iniciou sua carreira artística como atriz na Cia. Estalo de Teatro, participando do FEST EM CENA em 2007, com o espetáculo A Separação dos Dois Esposos de Qorpo Santo.

Jornalista pela UFRN, foi ganhadora do XXII Prêmio Estadual de Direitos Humanos Emmanuel Bezerra dos Santos (2016), pela Câmara Municipal de Natal, juntamente com a rede de comunicação Mídia Ninja.

Ao lado da também poeta potiguar, Olga Hawes, idealizou o projeto “No Olho da Onça”, que busca dar voz a poetas e artistas, ampliar a diversidade de literaturas que ocupam os espaços culturais e divulgar trabalhos feitos por mulheres que divergem da norma. Participou de 5 antologias.

Lançamento “Revelia”

Data: 25 de julho
Local: Mahalila Café e Livros – Rua Dra. Nívea Madruga, 19 – Potilândia
Horário: 18h

Redação

Redação

Obrigado pela visita!

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *