mostra de gostoso

Inscrições abertas para a 6ª Mostra de Cinema de Gostoso

Sérgio Vilar17 de junho de 2019Audiovisual, Image

Inscrições para a 6ª Mostra de Cinema de Gostoso tem início nesta segunda-feira (17) e seguem até dia 23 de agosto, através da página do festival. Uma realização da Heco Produções e do CDHEC – Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania, com direção geral e curadoria de Eugenio Puppo e Matheus Sundfeld.

Tendo o palco principal ao ar livre, montado na Praia do Maceió, onde acontecem as sessões da Mostra Competitiva, o festival pretende agitar e somar culturalmente a cidade de São Miguel do Gostoso/RN, espalhando 600 cadeiras espreguiçadeiras, tela de 12m x 6,5m, projeção com resolução 2k e som 5.1, a sala propicia uma experiência imersiva, como a de uma sala de cinema de alta tecnologia.

Com mais de 2 mil pessoas por noite, todas as cadeiras e parte da faixa de areia ficam ocupadas pelo público, além de uma área de convivência montada próximo do acesso à sala, com praça de alimentação e espaço para comerciantes locais.

Ao longo de cinco dias, o público poderá assistir aos mais recentes lançamentos cinematográficos brasileiros. Serão exibidos mais de 60 filmes de todo o país, entre as mostras Competitiva, Panorama, Infantil e Sessões Especiais.

Os filmes da Mostra Competitiva concorrem ao Troféu Luís da Câmara Cascudo, concedido pelo voto popular ao melhor curta e longa-metragem. Também será concedido o Prêmio da Crítica, a partir da votação de jornalistas e críticos de cinema presentes à Mostra. Debates com produtores, diretores e atores dos filmes exibidos e um seminário sobre o mercado audiovisual fazem parte da programação e é toda gratuita.

MOSTRA DE GOSTOSO

A Mostra de Cinema de Gostoso mobiliza os moradores da cidade, que participam ativamente do evento. A curadoria do festival leva em conta a realidade local e a eficácia dos filmes em dialogar com a população. A soma desses fatores faz com que as sessões estejam sempre lotadas por um público que, até então, mantinha um contato distante com a produção cultural de outras regiões do país.

Com esse conjunto de ações, a Mostra conquistou um espaço significativo no calendário cultural do Nordeste como uma importante referência de difusão audiovisual. E, neste ano, acontece de 8 a 12 de novembro.

A 6ª Mostra de Cinema de Gostoso tem o patrocínio do Grupo Banco Mundial, Governo Cidadão, Governo do Rio Grande do Norte – Secretaria de Turismo (SETUR) e apoio da Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso e SEBRAE RN.

Cursos de Formação

Meses antes do início da Mostra, são oferecidos cursos de formação técnica e audiovisual para jovens de São Miguel do Gostoso. Desde 2013 foram ministradas 37 oficinas e produzidos 15 curtas-metragens, todos exibidos nas edições da Mostra de Cinema de Gostoso e em diversos festivais no país.

Como resultado dessa experiência, o grupo de alunos criou em 2015 o Coletivo Nós do Audiovisual, com o objetivo de ampliar as possibilidades de realização de novos projetos, de forma autônoma, apontando para a profissionalização no setor audiovisual do estado.

A primeira turma, composta por 53 alunos, formou-se ao longo de cinco anos, realizando 33 oficinas, 10 curtas-metragens e participando da organização das quatro primeiras edições da Mostra. A maioria desses jovens deu continuidade aos estudos e atualmente estão matriculados em institutos de ensino e universidades no estado. Em 2018 foi criada uma nova turma, com 45 alunos, que participou de 4 oficinas e realizou 5 curtas-metragens.

Dando continuidade aos Cursos de Formação Técnica e Audiovisual para o “Coletivo Nós do Audiovisual”, em 2019 serão realizadas novamente uma série de oficinas, que incluem Linguagem Audiovisual, Roteiro, Produção, Montagem e a realização de quatro Curtas-metragens. Ao final das oficinas, os jovens realizarão curtas-metragens que serão exibidos durante a programação da Mostra e em diversos festivais do país. O Coletivo Nós do Audiovisual já realizou quinze filmes em um período de seis anos.

Sobre o autor

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *