Allan Cedrak

Hoje tem live sobre audiovisual e curta-metragem com livre acesso

Sérgio Vilar29 de maio de 2020Agenda, Audiovisual, Image

Hoje, sexta-feira, tem bate-papo sobre audiovisual com o ator e diretor Allan Cedrak, potiguar hoje radicado no Rio de Janeiro. A live acontece às 19h pelo projeto #KurtanaKombiEmCasa, no instagram @kurtanakombi. Na oportunidade, Allan vai disponibilizar para livre acesso o curta-metragem ‘O Voo do Pássarso Multicor’.

Esse filme, de 2011, teve apenas duas exibições em Natal. Pouco depois de concluído, Allan se mudou para o Rio, onde é professor de teatro, e faltou tempo para divulgação e mais exibições. O filme estará disponível no canal do youtube Allan Credrak 3000 a partir das 20h.

O Voo do pássaro multicor

O filme O Voo do pássaro multicor’ passeia pelo universo da personagem Rosa, senhora que sofre os transtornos iniciais do Alzheimer, ex-palhaça. Seu maior desejo é voltar para a rua e retomar suas apresentações.

É neste mundo de esquecimentos, de lembranças, de verdades e devaneios que Rosa junto com o menino Charle, portador de deficiência auditiva, vivem cenas inusitadas, trazendo à tona as alegrias, tristezas, capacidades e incapacidades que todos os seres humanos estão sujeitos à passar.

‘O voo do pássaro multicor’ conta com apoio da Taturana Filmes e Senac-Alecrim com trilha de Carlos Zens, Sapulha e Gustavo (Plutão já foi planeta).

Allan Cedrak

Formado em Artes Cênicas pela UFRN. Tem 23 anos de carreira. Ator, cantor, escritor, professor, produtor e diretor de teatro e cinema. Iniciou sua carreira no grupo de Teatro da Escola Técnica, em 1997.

Participou de vários espetáculos teatrais durante sua carreira, entre eles ‘Beijo no asfalto’ de Nelson Rodrigues, ‘Adaptações de Dois perdidos numa noite suja’ de Plínio Marcos, ‘Venha ver o pôr do sol’ de Lígia Fagundes Telles e ‘A exceção e a Regra’ de Bertolt Brecht…

Cantor na banda Pangaio e Grupo Auta de Luz. Escritor do romance ficção “A vida no planeta Júpiter e seus seres luminosos” 2011 e em pré-lançamento do seu segundo livro, de contos infantojuvenis “9 contos de 9 mundos”.

No Audiovisual atuou em filmes como ‘Caldeirão do Diabo’, de Edson Soares, ‘O homem que desafiou o diabo’, de Moacir Góes e ‘Nós vale’, de Asclê Fernandes. Ator no documentário ‘Vida e obra de Elino Julião’, pela Globo Nordeste.

Produziu seu primeiro filme em 2006, o media metragem ‘Vermelho Abajur’ com passagem por festivais nacionais. Produtor e diretor de documentários como ‘Adalberto Quirino – Autorização da felicidade’ e outros vídeos para o SESI-RN/ Petrobras.

Sobre o autor

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *