Estúdio Toca do Bandido. Foto hypness.com.br

Famoso estúdio carioca lança edital Aceleração Musical Labsonica

Em parceria com a Oi Futuro, o icônico estúdio carioca Toca do Bandido lançou nesta semana o edital Aceleração Musical Labsonica. A proposta é alavancar a carreira de seis bandas diferentes, sendo quatro do Rio de Janeiro e duas de outros estados.

Os selecionados terão direito a uma residência artística voltada para a produção de EPs, workshops com especialistas, além da gravação e lançamento em plataformas digitais de três músicas pelo selo do estúdio, o Toca Discos.

Toca do Bandido

O Toca do Bandido foi fundado pelo produtor Tom Capone, que teve grande reconhecimento nos anos 90 produzindo bandas como Raimundos, Legião Urbana, Renato Russo, Skank, O Rappa, Maria Rita, Catedral, Gilberto Gil, Lenine, Oswaldo Montenegro, Herbert Vianna, Marisa Monte, entre outros.

Inaugurado no começo dos anos 2000 o estúdio acabou passando por uma reviravolta após o falecimento precoce de Capone em 2004. Sua esposa Constança Scofield, ex-tecladista e flautista da banda Penélope, decidiu continuar o legado de Capone e seguiu no comando do estúdio.

Atualmente o Toca do Bandido continua sendo uma referência, principalmente para bandas independentes. Além do estúdio, o espaço conta com uma hospedagem para artistas de fora e um pub para ensaios e lançamentos, além de participar de projetos internacionais. Nos últimos anos passaram por lá gente do calibre de Zélia Duncan, Marcelo Falcão, Baco Exu do Blues, entre outros grandes nomes da música nacional.

O Som Sem Plugs (projeto intermídia de produção e exibição de conteúdo original já consolidado no Rio Grande do Norte que também conta com a OI Futuro na temporada 2020) bateu um papo com Constança que detalha mais sobre o edital Aceleração Musical Labsonica.

O Toca do Bandido é um estúdio de referência nacional e já participou de vários projetos para lançar e apoiar bandas novas e independentes. O aceleração labsonica surge nesse sentido?

Sim, a Aceleração Musical Labsonica Edição Toca do Bandido foi um convite do Oi Futuro resultado de uma avaliação da nossa trajetória permeada de lançamentos e apoio a bandas novas e independentes nos últimos 10 anos. Gravar ou ter músicas produzidas no Estúdio Toca do Bandido foi prêmio de projetos como o Claro Que É Rock, que teve participação do produtor Carlos Eduardo Miranda, do Festival Nova Música Brasileira , com produção musical de Felipe Rodarte e várias edições do Converse Rubber Tracks, com produtores de fora do país. O selo Toca Discos alavancou uma cena musical de excelentes artistas periféricos do Rio de Janeiro além de ter concorrido em 2019 com dois artistas na categoria de melhor álbum de rock ou alternativo do Grammy Latino.

O que os participantes do projeto podem esperar dessa vivência em um estúdio tão importante para a música brasileira?

A vivência se dará tanto na Toca do Bandido, quanto no Labsonica, onde teremos também visões estratégicas de Iuri Freiberger, além das capacitações com profissionais do mercado e experiências de Songcamp, Pitching e Mentorias. Os participantes, portanto, devem esperar uma experiência Toca do Bandido e Toca Discos ampliada, potencializada, com as trocas necessárias para um efetivo impulsionamento de suas carreiras. A gente aqui gosta de pensar grande e de caminhar com leveza para chegar lá.

Como você avalia o cenário da música independente brasileira hoje?

Riquíssimo. Muito criativo e cada vez mais maduro para criar as conexões necessárias e crescer.

Que dica você daria para as bandas que estão procurando acelerar suas carreiras?

Aconselho que busquem conexões, diálogos, trocas, opiniões, horizontais e verticais o tempo inteiro. Que se arrisquem e cultivem discernimento e senso crítico. Que não deixem de fazer o trabalho pequeno, que está á mão e não deixem de, ao se ocuparem do que está a mão, reservar um tempo para a mente acessar a intuição criativa e pensar grande.


Edital – Inscrição até 03 de abril

Os interessados podem acessar o edital do Aceleração Musical Labsonica clicando AQUI e aproveitar essa excelente oportunidade. As inscrições estão abertas até 03 de abril.


Texto: Emanuel Diniz – jornalista do Som Sem Plugs
Foto: hypness.com.br

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *