Premiado ator promove oficina “Teatro para adolescentes” em Natal

O ano está começando e o Grupo Estação de Teatro dá início às atividades em 2019 com inscrições abertas para a oficina de teatro para adolescentes. A oficina será ministrada pelo diretor do Grupo Estação de Teatro, Rogério Ferraz, no TECESOL, sempre às terças, quartas e quintas, das 14 às 17h, durante os dias: 22, 23, 24, 29, 30 e 31 de janeiro.

O foco será na preparação de atores, com jogos e dinâmicas, apresentando algumas técnicas e princípios da improvisação a partir de textos de teatro e situações criadas pelos próprios alunos. O público alvo são os adolescentes com ou sem experiência em atuação dos 12 aos 16 anos. O investimento é de R$ 120. Vagas Limitadas.

Mais informações: (84) 99941-4184.

Inscrições AQUI.

Rogério Ferraz

Rogério Ferraz trabalha com teatro desde 1997, nas áreas de atuação, direção, iluminação e cenografia. Em 2009 funda o Grupo Estação de Teatro. Fez parte da grade de professores do Centro Experimental de Formação e Pesquisa Teatral em 2005. Foi integrante do Grupo de Teatro Clowns de Shakespeare (2004-2008) e participou de vários projetos de circulação e festivais de teatro nacionais e internacionais.

Como ator fez os seguintes espetáculos na Escola Municipal de Teatro de Londrina-PR, onde nasceu, no período de 1998 a 2003: Cidades Invisíveis, Esperando Godot, Baladaviva, Cabaret Munchausen, Circo de Palhaço do Picolino, A Visita da Velha Senhora, A Morte Bate a Porta, Contadores de Histórias, Literatura em Cena e Amores Suburbanos.

Já em Natal, atuou nos espetáculos: Lillith – Do Outro Lado da Lua (2004), Muito Barulho por Quase Nada (2005), Roda Chico (2005), Fábulas (2006), O casamento do Pequeno Burguês (2006), Beco da Alma (2011), Vinícius – Uma canção no Ar (2013, SESC Parcerias Sinfônicas) e Guerra, Formigas e Palhaços (2013, e m repertório com Grupo Estação de Teatro).

Como diretor, desde 1999 trabalhou em mais de dezoito espetáculos. No Paraná, destaque para os espetáculos da Escola Municipal de Teatro de Londrina. E no Rio Grande do Norte, dirigiu os espetáculos Em Cada Canto, Um Conto (2009), O ratinho Teobaldo (2010), Estação dos Contos(2012), A Lição (2012), Tributo a Gonzagão – SESC Parcerias Sinfônicas (2012), Guerra, Formigas e Palhaços (2013), A Pescadora (2013), Quintal de Luís (2014) e A Farsa (2018).

E ainda dezenas de trabalhos como assistente de direção, como nos autos Chuva de Bala No País de Mossoró (2003, 2004 e 2005) e Oratório de Santa Luzia (2003 e 2004), ambos sob direção de João Marcelino, e também na cenografia e iluminação.

Premiações

Durante sua trajetória, Rogério Ferraz recebeu prêmios importantes, tanto na área de atuação, quanto nas áreas de cenografia e iluminação.

• 2004 – Festival Nordestino de Guaramiranga (Melhor cenografia e iluminação por Muito Barulho por Quase Nada)
• 2006 – Festival Nacional de Campos dos Goytacases (Melhor Ator por Fábulas e Ator coadjuvante por Muito Barulho por Quase Nada)
• 2007 – Festival Nacional de Pindamonhangaba (Melhor Ator por Fábulas, Ator coadjuvante por Muito Barulho por Quase Nada e Cenário por Fábulas)
• 2007 – Prêmio APCA Associação Paulista dos Críticos de Arte (Melhor Ator por Fábulas)
• 2007 – Prêmio FEMSA Coca–Cola 2007 (Melhor Ator por Fábulas).

Também tem atuação de destaque em VTs e spots de publicidade, trabalhando como garoto propaganda.

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *