mulheres no samba

Encontro Nacional das Mulheres na Roda de Samba acontece hoje

Redação9 de novembro de 2019Agenda Image

O Encontro Nacional das Mulheres na Roda de Samba é um evento anual, que teve sua primeira edição em 24 de novembro de 2018. Idealizado pela cantora Dorina Barros, o projeto tem a proposta de unir as rodas de samba femininas, assim como cantoras e instrumentistas de samba, de todo o país, criando uma rede entre as artistas e aumentando as trocas culturais, além de contribuir para fortalecer a divulgação para o público de força feminina do samba. Em Natal, a roda acontecerá na Casa da Música Potiguar.

O evento traz a mulher como pauta para o tema de resistência. A mulher no samba possui contexto histórico, através das experiências das mulheres percursoras no samba. Décadas de segregação entre o sexo masculino e feminino é fortemente registrado nas rodas de samba e no universo do gênero musical que o samba é. O objetivo do encontro é unir força e protagonismo diante de tantos movimentos políticos e artísticos que trouxeram para o espaço público e de debate a igualdade de gênero dentro do samba.

Apesar dos anos de conquista feminina na música, as mulheres ainda são estigmatizadas e discriminadas de sua função social, profissional e sexual. Um evento como O Encontro Nacional das Mulheres na Roda de Samba carrega consigo a proposta de ser símbolo de luta e resistência da mulher em um cenário que ainda impera o sexo masculino. E, por isso, que se justifica a importância deste projeto, clamando pelos olhares da mídia e da sociedade. Rompe com o paradigma de que o lugar da mulher é apenas no instrumento de sopro, inclusive.

ABERTURA

A abertura da roda de samba acontecerá às 17h deste sábado, com transmissão ao vivo (live no Facebook), contemplando todas as cidades participantes (Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Juiz de Fora, Londrina, Maceió, Maricá, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São José do Rio Preto, São Luís, São Paulo, Vitória e Volta Redonda).

O público vai conferir mais de 5h seguidas, com grupos femininos e cantoras, em revezamentos regulares, até o final do evento.

Antes da abertura das rodas de samba, realizadas simultaneamente para todas as cidades, vão acontecer também exposições artísticas, saraus de poesia e rodas de debate com profissionais e pesquisadoras sobre o empoderamento feminino, além de temas relacionados à participação da mulher no universo do samba.

SERVIÇO

Quando: 09 de novembro de 2019, sábado
Horário: de 15h às 22h
Onde: Casa da Música Potiguar – Av Praia de Genipabu, n° 2152 – Ponta Negra
Apoio: Fundação José Augusto – FJA
Participação: Secretaria de estado de Mulheres, Juventude, Igualdade Racial e Direitos Humanos – SEMJIDH

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *