Filmes sobre memórias da ditadura têm exibição nesta quarta em Natal

O curta-metragem Codinome Breno, dirigido e roteirizado pelo cineasta potiguar Manoel Batista com produção da Casu Filmes, será exibido nesta quarta, às 16h30, no Teatro de Cultura Popular (TCP), por meio do projeto Sessão Teia Brasil, juntamente com o premiado documentário Torre das Donzelas. Esse longa metragem de Susanna Lira mostra o reencontro de mulheres, como a ex-presidenta Dilma, que ficaram presas em uma penitenciária apelidada durante a ditadura de Torre das Donzelas. Ingresso: R$ 20 e R$ 10 (meia).

“A exibição da Codinome Breno em conjunto com Torre das Donzelas traz uma importante oportunidade de diálogo com o público sobre as memórias da ditadura militar, que ainda estão sendo disputadas no terreno da política nacional. Não se pode fechar os olhos para as atrocidades cometidas naquele período. Os diálogos com o passado e o contato com o outro é que mantém viva essa memória, por isso não esquecer é resistir!” Manoel Batista

Manoel Batista conta que o curta-metragem Codinome Breno vem sendo inscrito em diversos festivais nacionais e internacionais e teve seu pré lançamento na 5ª Mostra de Cinema de Gostoso, em São Miguel do Gostoso, em novembro de 2018. Ocorreram também exibições no 12º Festival Curta Taquary, em Taquaritinga do Norte, agreste de Pernambuco, em abril; e na 5ª Mostra Pajeú de Cinema, em Ingazeira também em Pernambuco, em maio deste ano.

Além da exibição nesta quarrta no TCP, estão previstas exibições nesta terça (28) na UFRN participando da Mostra de Direitos Humanos no Cinema, organizado pelo Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA); e também no 2º festival Curta Caicó, que ocorrerá no período de 13 a 16 de junho.

O curta metragem é fruto de longa pesquisa e do material guardado por muitos anos desde a morte de seus pais Jorge Batista e Ana Valderez, em um acidente de carro em 1986. “Codinome Breno” é uma produção da Casu Filmes, com patrocínio da Ancine, FSA – Fundo Setorial do Audiovisual, BRDE – Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul e Prefeitura do Natal, por meio do edital Cine Natal 2014.

TORRE DAS DONZELAS

Sinopse

40 anos após serem presas durante a ditadura militar na Torre das Donzelas, como era chamada a penitenciária feminina, ao lado da ex Presidente da República Dilma Roussef, um grupo de mulheres revisita a sua história em relatos carregados de emoção.

Com roteiro e direção de Susanna Lira, o documentário de longa-metragem foi vencedor da 42° Mostra Internacional de Cinema / São Paulo International Film Festival na categoria melhor documentário brasileiro e ganhador do Prêmio Petrobras de Cinema.

Ganhador também do prêmio especial do júri no 51° Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e vencedor do Festival do Rio l Rio de Janeiro Int’l Film Festival nas categorias de melhor documentário (júri oficial e popular) e melhor direção de documentário.

CODINOME BRENO

Sinopse

A memória possui gavetas que escondem partes do nosso passado, mas o medo e a saudade nos impedem de acessá-las. Para reconstruir o mosaico de memórias familiares, Manoel busca através da origem do nome de seu irmão, dos objetos de família e dos relatos dos amigos mais próximos as peças que faltam nesse quebra-cabeça. A busca por esse nome termina por descortinar passagens da ditadura militar no Brasil.

Gênero: Documentário
Diretor: Manoel Batista
Duração: 19 min 30 seg
Ano: 2018
Formato: DCP & Digital
Cor: Colorido
País: Brasil
Local de Produção: RN
Produção: Casu Filmes

SOBRE MANOEL BATISTA

Manoel Batista, potiguar, tornou-se mestre em estudos da mídia, na UFRN, em 2017, estudando a temática da “paisagem nordestina no cinema contemporâneo”. Dedica-se a trabalhos e estudos audiovisuais desde 2014 e estreia a direção de seu primeira curta-metragem, chamado Codinome Breno. Participou da produção técnica de curtas-metragens locais como “Mamucaba”, “Viuvez da Carpideira”, “Boycam”, “Calixto passou por aqui”, dentre outros.


Já segue nosso instagram?

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

COMMENTS

Diana

Oi gente! O curta sera exibido também as 19h no TCP 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *